Infecções de pele: o que fazer nesses casos?


Saiba mais sobre o que leva ao surgimento dos furúnculos e como podem ser tratados

Saiba mais sobre o que leva ao surgimento dos furúnculos e como podem ser tratados

 
Muitas pessoas já tiveram uma infecção de pele que lhes causou imenso incômodo e dor, uma infecção chamada furúnculo.
 
Essa infecção que forma abcesso sobre a pele é causada por alguns tipos de bactérias, a  bactéria mais comum por causar o problema é conhecida como Staphylococcus aureus, essa bactéria age sobre o folículo piloso, glândula sebácea e o tecido subcutâneo.
 
Quando isso ocorre surge uma elevação sobre a pele como um nódulo vermelho que pode variar de tamanho, dependendo do grau de incidência da infecção. Sem que haja demora, surge um ponto amarelado no meio do abcesso indicando a presença de pus, o maior incômodo é a dor latejante na região, algumas pessoas podem apresentar febre intensa. 
 
As regiões de maior incidência para o surgimento de furúnculos são: pescoço, face, coxas, nádegas ou outras áreas menos comuns.
 
Com o surgimento do abcesso podem surgir alguns sintomas como: sensação de cansaço; febre; mal-estar; coceira, principalmente antes do desenvolvimento do furúnculo; vermelhidão ou inflamação na pele ao redor da lesão.
 
O maior erro cometido pela maioria das pessoas é quanto estas tentam espremer o furúnculo, na maioria dos casos, o processo infeccioso estanca sozinho, ou seja, o abcesso “estoura” liberando o pus sem que seja espremido.
 
Uma dica que pode auxiliar é aplicar compressas mornas sobre o local. Se o abcesso se mostrar resistente e não "estourar", é necessário que um médico faça a intervenção cirúrgica para a retirada do furúnculo, existem situações em que são indicados medicamentos antibióticos. 
 
Muitos costumam questionar sobre o porquê de algumas pessoas frequentemente terem furúnculos enquanto outras nunca tiveram. Há algumas situações que podem fazer com que haja maior incidência do surgimento de furúnculos que são: em casos em que o indivíduo seja portador de diabetes mellitus; em casos em que o indivíduo seja portador de HIV; casos de baixa imunidade; obesidade etc.
 
Em casos em que houver essa infecção na pele o recomendado é manter as mãos sempre limpas, evitar tocar o furúnculo ou coçá-lo para não contaminar outras áreas do corpo, não usar as mesmas roupas, cuidar da roupa de cama e sempre trocá-la, além cuidar muito bem da higiene corporal.
 
Muitos não costumam ressaltar, mas é fundamental que uma alimentação saudável e equilibrada seja seguida, os nutrientes presentes nos alimentos são responsáveis até mesmo pela prevenção de doenças. Não há provas científicas, mas acredita-se que a ingestão frequente de alimentos gordurosos, ricos em condimentos, frituras, doces e chocolates pode desencadear no surgimento de furúnculos.
 
Um tratamento que costuma ser indicado para casos em que o indivíduo apresente furúnculos com frequência é a homeopatia, isso por que é um tipo de tratamento que procura tratar as causas dos problemas, e os furúnculos costumam estar relacionados à alguma desordem no organismo que necessita de investigação.
 
Embora o aspecto seja assustador, furúnculos na grande maioria dos casos são benignos, e sim, podem ser tratados e sanados.
 
Daiana Barasa