Índice de leitura pelos brasileiros ainda é baixa


Ter o hábito de ler livros, seja na versão impressa ou virtual, traz diversos benefícios à saúde

 Infelizmente, o brasileiro não tem o costume de ler muitos livros. Há quem os leia sempre, porém são exceção. A regra ainda é apenas uma leitura esporádica de revistas e jornais (às vezes só das manchetes), sites e blogs, e informações nas redes sociais, sem maior aprofundamento por meio de leituras mais densas.
 
Nas livrarias físicas e online, é possível encontrar ótimos livros de todas as categorias, de ficção e não ficção. O hábito da leitura deveria ser adotado por pessoas de todas as idades que buscam cultura,  informação e uma vida interior mais rica. 
 
A questão da leitura deve ser incentivada desde cedo, na escola e também em casa, uma vez que as crianças seguem os exemplos dos pais e familiares. Manter uma mini biblioteca em casa, com livros atraentes para os pequenos, e ler para eles, são atitudes amorosas que os levarão a ter mais interesse pelo mundo da literatura. Levá-los a eventos como a Bienal do Livro também é uma ótima pedida. As novas gerações já leem livros inteiros pela Internet, mas o prazer de sentir o livro nas mãos também tem seu valor. Por isso, acredita-se que os livros impressos nunca deixarão de existir. Os livros físicos podem ser trocados ou doados, para que mais pessoas tenham acesso.
 
Os motivos para se comprar e ler um livro diferem: pode ser por motivos escolares, de trabalho, lazer ou também por motivos religiosos. Há opções para todos os gostos e os preços são cada vez mais acessíveis.
 
Em 2012, foram divulgados os resultados de uma pesquisa feita pelo Instituto Pró-Livro em 2011, que indicou que o brasileiro lê, em média, quatro livros por ano. Além disso, só metade da população pode ser considerada “leitora”.  Está na hora desse índice aumentar, de o brasileiro tomar mais gosto pela leitura. Que tal ajudar nesta causa e sempre adotar um livro de cabeceira? 
 
Alguns livros recomendados para leitura pelos adultos e que fizeram sucesso recentemente nas livrarias são: A Cabana, de William P. Young (vendeu mais de 12 milhões de cópias, livro inspirador), Médico de homens e de almas, Taylor Caldwell (ficção com dados históricos sobre a história de São Lucas, padroeiro dos médicos, e que demorou 46 anos para ser escrito) e Vida Sem Limites: Inspiração para uma vida Ridiculamente Boa, de Nick Vujicic, que mostra a incrível superação do autor (com a rara desordem tetra amelia) e seu trabalho social por meio da organização Life without limbs.
 
Por: AgComunicado