Importância das atividades físicas para o controle do colesterol


Uma pesquisa liderada por médicos especialistas, comprovou os benefícios das atividades físicas para pacientes com colesterol alto.

 
As pessoas que convivem com o colesterol e com problemas cardiovasculares, sabem que controlar os níveis de LDL não é tarefa fácil. De acordo com especialistas, não se exercitar, piora ainda mais os altos índices de LDL no sangue.
 
Uma pesquisa realizada por médicos do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo, constatou que os exercícios aeróbicos, como natação, corrida e tênis, podem levantar as doses de HDL no sangue, melhorando a circulação e o funcionamento das partículas que carregam o colesterol. 
 
Os pesquisadores reuniram pacientes com síndrome metabólica, que apresentaram pressão alta, glicemia descontrolada e altos níveis de LDL e os submeteram a realizar 40 minutos de atividade aeróbica numa bicicleta ergométrica, três vezes por semana. Após três meses, a equipe pôde notar algumas modificações nas proteínas que carregam o colesterol.
 
Segundo um dos responsáveis pelo estudo, as moléculas de LDL, tornaram-se maiores e mais leves, deixando de apresentar riscos às artérias. A atividade aeróbica também garantiu aos pacientes a melhor performance do HDL, que mais ativo, recolheu com maior eficácia o excesso de colesterol nos vasos sanguíneos. 
 
Com os resultados desta pesquisa, está mais que comprovado que praticar atividades físicas auxilia no controle das altas taxas de colesterol no sangue. Especialistas comprovaram que os exercícios são capazes de reduzir o LDL em até 25% e aumentar a ação do HDL em até 15%.
 
A orientação de um médico é fundamental, assim como manter uma dieta equilibrada. Pacientes que sofrem com doenças cardiovasculares devem evitar o consumo de carnes vermelhas e alimentos cheios de gordura trans. Para controlar as altas taxas de colesterol no sangue, especialistas também indicam o medicamento Sinvastatina, que auxilia na diminuição dos altos índices de LDL no sangue. 
 
Acrescentar ao cardápio gorduras monoinsaturadas do azeite e poli-insaturadas dos peixes, bem como frutas e legumes, garantem a eficácia das atividades físicas e o controle das altas taxas de colesterol.