Higiene e Saúde - Saiba Como viver melhor


dicas para combater micrôbios e vermes

Quem é que não gostaria de viver muito e com qualidade, não é mesmo? Se você procura deseja viver bem  e por mais tempo, fique alerta em relação a alimentos estragados e a acidentes no trabalho ou trânsito que venham a ocorrer.

Embora consigamos nos precaver contra tais fatores, ainda sim existem outras ameaças que prejudicam nossa saúde que estão fora da nossa visão. Entre ele podemos citar os vermes e os micróbios.

Além da presença de moscas que ajudam na contaminação e disseminação de micróbios e vermes causadores de doenças como verminose, diarréia e disenteria, hepatite, cólera e doenças da pele, eles também costumam entrar pela nossa boca sem que percebamos, por exemplo, quando pegamos em alimentos com as mãos e unhas sujas, ou quando comemos verduras e legumes contaminados, se nos banhamos em córregos, rios e lagoas contaminadas e quando ingerimos carne de boi ou de porco contaminada com larvas de vermes, essas são as maneiras mais comuns pelas quais adoecemos, porque não tomamos os devidos cuidados com as práticas de higiene.

        Essas “práticas de higiene” são regras simples e fáceis de seguirmos que resultaram em melhor proteção a nossa saúde, principalmente contra esses inimigos invisíveis. O Programa Viva Legal nos fala dos cuidados que precisamos ter com nossa higiene pessoal, higiene alimentar, higiene domestica, e da higiene do ambiente, que inclui a limpeza do terreno, das ruas do bairro, córregos e lotes vagos.

        Veja algumas dicas importantes que ajudaram a combater esses micróbios e vermes:

  • Lave bem as mãos após utilizar o banheiro ou, antes de preparar os alimentos. Lembre-se que a simples utilização de água e sabão dificulta bastante a vida dos micróbios.
  • Lave o banheiro com água e sabão e limpe dentro e ao redor do vaso com água sanitária.
  • Se você mora em um lugar que não água tratada, sempre ferva a água que você utilizar para beber e para lavar os alimentos.
  • Limpe a caixas d’água regularmente com sabão ou cloro.
  • Evite o acumulo de água em pratos de vasos de plantas, latas e pneus velhos, isto impedirá que mosquitos transmissores de doenças se reproduzam.
  • Não deixe que as fezes humanas ou dos animais contaminem o  meio ambientes, para isso é muito importante que as privadas estejam ligadas à uma rede de esgoto ou a uma fossa seca ou séptica

Equipe Sare