Graus de Queimaduras


A tabela a seguir descreve os graus de queimaduras – primeiro, segundo, terceiro e quarto grau - e o que elas podem causar na pele da pessoa queimada.

Graus de Queimaduras

 

A tabela a seguir descreve os graus de queimaduras – primeiro, segundo, terceiro e quarto grau - e o que elas podem causar na pele da pessoa queimada. Os graus e nomes envolvem aparência, textura, sensação, tempo para cura e exemplo de complicações:

 

  1. Queimadura de Primeiro Grau – vermelhidão na epiderme (eritema), seco, doloroso com menor risco aumentado de desenvolver câncer de pele mais tarde na vida.
  2. Queimadura de Segundo Grau (espessura parcial superficial) - estende-se na derme superficial (papilar), causa vermelhidão com claras bolhas.
  3. Queimadura de Segundo Grau (espessura parcial profunda) - estende-se na derme profunda (reticular), causa bolhas vermelho-e-branco, com bolhas de sangue. Pode progredir para terceiro grau.
  4. Queimadura de Terceiro Grau (espessura total) - se estende através de toda derme e causa manchas branco/marrom secas, o couro pode ficar indolor e requer excisão cicatriz, contraturas, e às vezes amputação.
  5. Queimadura de Quarto Grau - se estende através do tecido da pele, no tecido subcutâneo e em subjacentes músculos e ossos; causa manchas carbonizadas com escara seca e indolor, requer excisão e amputação, causa prejuízo funcional significativo, possível gangrena e  morte em alguns casos.

 

Queimaduras são causadas por uma grande variedade de substâncias e de fontes externas como a exposição a produtos químicos, fricção, eletricidade, radiação e calor. Geralmente queimaduras são de primeiro ou de segundo grau, mas a de terceiro grau pode provocar queimaduras graves, especialmente com contato prolongado. As queimaduras são problemas de pele também causados pelo contato com líquidos e vapores quentes e é uma enfermidade que pode ser tratada pelo medicamento Bepantol.

Henrique Torres