Gota: homens são os mais afetados


Se não tratada, doença compromete órgãos e provoca deformações irreversíveis

Algumas pessoas produzem ácido úrico de forma excessiva ou não a eliminam corretamente, e ela acaba por se acumular no sangue. O aumento do ácido úrico – chamado de hiperuricemia - produz a deposição de cristais nos tecidos, principalmente nas articulações, causando inflamações conhecidas como “gota”.  Dados da Associação de Reumatologia do Rio de Janeiro revelam que 2% da população mundial sofre desta doença (uma mulher entre cada oito homens), principalmente a partir dos 40 anos.

Se não tratada a tempo, a gota, além de atingir várias articulações, compromete os rins. Isso porque os cristais de ácido úrico se depositam nos rins, formando cálculos e alterando o seu funcionamento. Assim, surgem as cólicas renais. Os cristais podem se depositar também sob a pele, formando saliências nos dedos, cotovelos e orelhas denominadas “tofos”.

As dores começam de forma repentina e intensa, em geral à noite ou de madrugada, e passam espontaneamente em até quatro dias. A região da articulação comprometida permanece quente, inchada e avermelhada e pode haver febre baixa. Ao se tornar crônica, a gota leva à deformidades irreversíveis nas articulações, limitando cada vez mais a movimentação.

Entre as articulações mais afetadas estão as dos pés, joelhos, tornozelos, dedos, punhos, cotovelos, mãos e ombros.  São diversos os fatores que podem desencadear uma crise de gota, como o consumo excessivo de álcool e de alimentos ricos em proteínas,
o estresse, um trauma nas articulações ou doenças como diabetes e pressão alta.

O tratamento inclui o uso de medicamentos. O reumatologista é o profissional médico indicado para fazer o diagnóstico e indicar o melhor tratamento.

Cuidar da alimentação também é preciso para tornar o tratamento mais efetivo. Alguns cuidados podem ser adotados:

• A obesidade é um fator de risco para quem sofre de gota. Fique longe do consumo de gorduras;
• O paciente deve evitar ao máximo ingerir álcool, principalmente cerveja e vinho;
• Produtos entalados, frutos-do-mar e miúdos têm muito ácido úrico
• Quem sofre de gota deve beber muita água.

Por: AgComunicado