Forte ligação entre o bullying e o suicídio!


Os especialistas mostraram que o envolvimento em bullying está intimamente associado com o risco de suicídio.

 
Os especialistas mostraram que o envolvimento em bullying está intimamente associado com o risco de suicídio. Alunos do ensino médio são de três a cinco vezes mais propensos a ter ideação suicida e tentativa de suicídio se eles estão envolvidos em bullying, em comparação aos alunos não envolvidos, de acordo com Dorothy Espelage e Melissa K. Holt, autores de "ideação suicida e Bullying escolar - experiências depois de controlar a depressão e a delinquência".
 
 
Estratégias de saúde pública podem ser aplicadas para prevenir o bullying, escreveram os autores. Isso iria melhorar a saúde física e mental de muitos jovens. Para isso é preciso fazer uma abordagem integrada das várias estratégias para lidar com o suicídio, concentrando-se em risco compartilhado e fatores de proteção. Ambientes de apoio escolar, o apoio social escolar, o apoio familiar, e o ensino de habilidades de enfrentamento individuais são vitais para que se consiga lidar com o assédio moral e o problema do suicídio.
 
 
O editor, Marci Feldman Hertz, escreveu: "Dada a prevalência e o impacto do bullying, é importante seguir em frente, enquanto estratégias de saúde pública ainda estão sendo desenvolvidas. Podemos começar por implementar e avaliar estratégias que têm demonstrado eficácia no aumento dos fatores de proteção e diminuição dos fatores de risco associados com tanto o assédio moral como o suicídio".
 
 
Os especialistas, as autoridades públicas de saúde, os profissionais de saúde e os educadores devem ampliar seu foco para além da simples prestação de serviços a pessoas que já estão envolvidos em comportamentos relacionados com o suicídio e com o bullying. Bullying e comportamentos suicidas podem ser evitados.
 
 
A amostra de adultos que fizeram parte do estudo foi perguntado o que eles consideravam como o bullying, e o que deve ser ignorado ou não na escola por professores e outros funcionários da escola. Quando perguntado se a escola deve intervir em casos de..:
 
 
Uma criança estar ameaçando a segurança física de um colega de classe - 96% disseram que sim.
 
 
Uma criança humilhar ou embaraçar outra criança - 81% disseram que sim.
 
 
Uma criança ser socialmente isolada - 56% disseram que sim.
 
Henrique Torres