Fatores de Risco para o Câncer de Ovário


Gravidez, histerectomia, laqueadura, incessante ovulação: veja estes e outros fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de ovário!

Fatores de Risco para o Câncer de Ovário
 
 
Gravidez, histerectomia, laqueadura, incessante ovulação: veja estes e outros fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de ovário!
 
 
Mulheres que tiveram filhos estão menos propensas a desenvolver câncer de ovário do que mulheres que não tiveram filhos, e a amamentação também pode reduzir o risco de certos tipos de câncer de ovário. Laqueadura e histerectomia reduzem o risco e remoção de tubos e ovários reduz drasticamente o risco de câncer de ovário, como também reduz o risco de câncer de mama.
 
 
Uma histerectomia que não inclui a remoção dos ovários tem um risco reduzido para um terço de desenvolver câncer de ovário, ele também não tem nenhum risco maior de desenvolver outros tipos de câncer, doença cardíaca ou fraturas de quadril, segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Francisco, revelaram no jornal Archives of Internal Medicine. O medicamento Gemzar é indicado para o tratamento de diversos tipos de câncer, entre eles o câncer de ovário.
 
 
Uma hipótese de longa data que tem um apoio considerável através de estudos em modelo animal é a hipótese de incessante ovulação. Segundo esta hipótese, "repetidos ciclos de ovulação induzida por trauma e reparação do OSE [epitélio de superfície ovariano] no sistema da ovulação, sem períodos de repouso induzido pela gravidez, contribui para o desenvolvimento de câncer de ovário." A análise de alto grau do câncer ovariano adenocarcinomas descobriu que o gene TP53 foi transformado em noventa e seis por cento dos casos. Na maioria dos casos, a causa exata do câncer de ovário permanece desconhecida.
 
Henrique Torres