Falta de vitamina D pode levar à dor crônica e depressão!


Como você já deve saber, a deficiência de vitamina D tem sido previamente associada a marcadores de diabetes tipo 2, bem como a dor neurológica e depressão.

 

Como você já deve saber, a deficiência de vitamina D tem sido previamente associada a marcadores de diabetes tipo 2, bem como a dor neurológica e depressão. A suplementação com vitamina D pode ajudar a atenuar a dor e a depressão muitas vezes associada com diabetes tipo 2 (que pode ser tratada com o medicamento Victoza), diz um novo estudo da Universidade de Loyola, em Chicago.

 

Pesquisadores descobriram que mulheres com a doença que sofriam de dormência, formigamento e dor em suas mãos, dedos e pernas, bem como aquelas com problemas de depressão, se beneficiaram com doses altas de vitamina D em bases regulares.

 

O estudo teve como objetivo explicar melhor a ligação entre a deficiência de vitamina D e a dor e a depressão associada com diabetes tipo 2. Para isso, eles avaliaram um grupo de mulheres com depressão que foram instruídas a tomar uma dose semanal de 50.000 unidades internacionais (UI) de vitamina D2, que alguns estudos sugerem ser realmente inferior à vitamina D3, que é mais popular.

 

Durante seis meses, as mulheres tomaram o suplemento e relataram seus sintomas. No início do estudo, 61 por cento das mulheres relataram dor em suas pernas e pés, enquanto 74 por cento relataram dormência e formigamento em suas mãos, dedos e pernas.

 

Mas esses percentuais caíram depois de três meses de estudo, de acordo com o principal autor do estudo. "A dor é um problema comum e, muitas vezes grave em mulheres com diabetes tipo 2 e depressão", diz Tom Doyle do Departamento de Psiquiatria e Neurociências Comportamental de Loyola.

 

"Enquanto mais pesquisas são necessárias, a suplementação vitamina D2 é um tratamento promissor para a dor e depressão no diabetes tipo 2". Após o lançamento do estudo, que foi apresentado em uma conferência recente, parte dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH), decidiram financiar mais pesquisas sobre os benefícios da vitamina D.

 

Desta vez, porém, os pesquisadores vão olhar para os benefícios da vitamina D3, que pode ser mais biodisponível que a vitamina D2, e, portanto, ser mais eficaz. "A vitamina D tem amplos benefícios para a nossa saúde e benefícios para certas doenças crônicas, como diabetes tipo 2", acrescenta o Dr. Sue Penckofer, coautor do estudo.

 

 

Henrique Torres