Falsa Gravidez: o que é?


Conheça este desvio psicológico que leva às mulheres a pensarem estar grávidas.

Gravidez Psicológica

 

A falsa gravidez ou gravidez histérica, mais comumente denominada gravidez psicológica em seres humanos e pseudogestão em outros mamíferos, é o aparecimento de sinais clínicos e/ou subclínicos e sintomas associados com a gravidez, quando o organismo não está realmente grávido. Clinicamente, a falsa gravidez é mais comum em medicina veterinária (particularmente em cães e ratos). A falsa gravidez em seres humanos é menos comum e às vezes pode ser puramente psicológica. Em geral, estima-se que a falsa gravidez é causada devido a alterações no sistema endócrino do corpo, levando a secreção de hormônios que se traduzem em alterações físicas similares àquelas que acontecem durante a gravidez.

 

História da Falsa gravidez

 

Foram documentados casos de gravidez psicológica desde a antiguidade. Hipócrates deu o primeiro relato escrito por volta de 300 a.c., quando ele gravou 12 casos de mulheres com o transtorno da falsa gravidez. Mary I (1516–1558), Rainha da Inglaterra, foi talvez a mais famosa dos exemplos históricos ocidentais, que acreditava em duas ocasiões que estava grávida, quando ela não estava de fato. Outros historiadores médicos acreditam que os médicos da Rainha confundiram miomas em seu útero com a gravidez. John Mason Good cunhou o termo psicológico do grego pseudes (falso) e kyesis(pregnancy) em 1923.

 

 

Sinais e Sintomas da Falsa gravidez

 

Os sintomas da gravidez psicológica são semelhantes aos sintomas da gravidez de verdade e muitas vezes são difíceis de distinguir. Tais sintomas naturais são náuseas, seios sensíveis, e ganho de peso podem estar presentes. Muitos profissionais de saúde podem ser enganados por sintomas associados gravidez psicológica. A pesquisa mostra que 18% das mulheres com gravidez psicológica de uma só vez foram diagnosticados como grávida por profissionais médicos.

Henrique Torres