Por que se exercitar ao ar livre é tão benéfico à saúde?


Em dias mais quentes, praticar atividades ao ar livre é uma excelente opção

No calor é comum que muitas pessoas se sintam mais indispostas e cansadas, a ideia de qualquer atividade mais intensa já desanima antes mesmo de começar, mas quando se fala em saúde, os cuidados devem ser dispensados o ano todo, independente da estação. Mas há alternativas bem-vindas para tornar a prática de atividades físicas mais confortável nos dias mais quentes.

Fazer exercícios ao ar livre, por exemplo, auxilia na conquista de um estilo de vida mais saudável, além de ser menos exaustivo mentalmente do que a prática de atividades físicas em locais fechados. Uma caminhada ou corrida em lugares arborizados é muito mais prazerosa pela possibilidade da distração em meio à natureza.

É claro que alguns cuidados devem ser tomados como: procurar se exercitar em horários em que o sol está mais ameno, como antes das 10h e após as 16h; é fundamental não esquecer de utilizar o protetor solar e de realizar uma alimentação leve e saudável, sem esquecer é claro, de manter o corpo devidamente hidratado com muita água e isotônicos.

Quando o indivíduo se exercita em meio à natureza é muito mais fácil manter o foco, e essa é uma constatação de diversas pesquisas já realizadas em torno do mundo.

A sensação de liberdade da prática de atividades ao ar livre faz com que a pessoa se sinta mais disposta para encarar até mesmo a sua rotina habitual.

Pessoas que se exercitam ao ar livre, com o estímulo da natureza, se sentem mais motivadas até mesmo a se exercitarem mais e melhor, assim, até mesmo aquele objetivo de alcançar um corpo mais magro e saudável se torna mais fácil de ser conquistado.

Sabia que o ar puro é tão revigorante quanto uma xícara de chá ou café? Isso mesmo, apenas 10 minutinhos ao ar livre já produzem o efeito de disposição que essas bebidas proporcionam.

E como a vitamina D só pode ser ativada quando a pessoa entra em contato com os raios solares, o organismo é beneficiado com as doses necessárias desse nutriente.

Se exercitar ao ar livre é capaz de otimizar a produção de hormônios neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar, como a serotonina e endorfinas, sem contar que as noites de sono se tornam mais tranquilas e plenas.

Mas é claro que a motivação dependerá de você. Tome a iniciativa, se você habitualmente se exercita em local fechado, experimente quebrar essa rotina pelo menos duas vezes por semana, ou até mesmo nos finais de semana, um simples passeio de bicicleta já auxilia e muito. 

A possibilidade de estar em contato com a natureza não só faz bem aos olhos e aos sentidos, é um brinde à saúde!

 

 

Daiana Barasa