Estudo sobre diabetes termina antes do previsto com um resultado surpreendente


Veja quais os resultados inesperados de um novo grande estudo sobre diabetes.

Estudo sobre diabetes termina antes do previsto com um resultado surpreendente


Um grande estudo federal que consistia na pesquisa de que se dieta e perda de peso podem prevenir ataques cardíacos e derrames em pessoas com sobrepeso e obesos com diabetes tipo 2 terminou dois anos antes do previsto porque o programa intensivo não ajudou.


"Fiquei surpreso", disse a dra. Rena Wing, presidente do estudo e professora de psiquiatria e comportamento humano da escola de medicina da Universidade Brown. Como muitos, ela tinha assumido que a dieta e o exercício poderia ajudar os pacientes com sobrepeso e obesos com diabetes tipo 2, em parte porque estudos de curto prazo descobriram que essas estratégias reduziu os níveis de açúcar no sangue, pressão arterial e níveis de colesterol.


Mas, o Dr. Ala acrescentou: "Quando você faz um estudo, é porque você não sabe a resposta." Ainda assim, especialistas médicos disseram que havia muitos benefícios para a dieta e exercício mesmo que não reduzissem as doenças cardiovasculares em pessoas com diabetes. A diabetes é uma condição que pode ser tratada com medicamentos como o Victoza.


Cerca de 25 milhões de americanos têm diabetes tipo 2. Muitos estão com sobrepeso ou são obesos. Em média, a doença aumenta o risco de doença cardíaca por 2 a 2 ½ vezes, disse o Dr. Ronald Kahn, diretor acadêmico-chefe do Centro de Diabetes Joslin, em Boston.


Parecia lógico que a dieta e o exercício ajudariam a reduzir esse risco. Um estudo anterior federal descobriu que uma dieta intensa e programas de exercício ajudavam a impedir que as pessoas com sobrepeso ou as pessoas obesas com níveis elevados de açúcar no sangue cruzarssem a linha da diabetes. A esperança era que um programa semelhante também poderia proteger as pessoas de doenças do coração.
 
Henrique Torres