Estudo com Células Humanas Mostra novo Combate à Degeneração Macular


Estudo realizado em ratos, e confirmado em células humanas, mostra que medicamentos anticolesterol podem deter a doença ocular.

Estudo realizado em ratos mostra que medicamentos anticolesterol podem deter a doença ocular, a principal causa de cegueira entre os idosos nos Estados Unidos. Resultados semelhantes foram obtidos repetindo esta experiência com células humanas: "Os monócitos de seres humanos mais velhos com degeneração macular mostraram mudanças semelhantes", escrevem os pesquisadores.
 
 
Eles foram capazes de fornecer o fármaco, denominado um agonista de LXR, em gotas para os olhos, e descobriram que podiam reverter à degeneração macular em ratos velhos. A pesquisadora sênior Rajendra Apte S., da Universidade de Washington School of Medicine, em St. Louis, nos EUA, diz em um comunicado: "Com base em nossos resultados, precisamos investigar se a perda de visão causada pela degeneração macular poderia ser evitada com gotas de redução de colesterol no olho ou com outros medicamentos que possam impedir o acúmulo de lipídios abaixo da retina".
 
 
Usar colírio para combater a degeneração macular seria um grande benefício, pois a terapia, então, se concentraria apenas sobre os olhos, o que pode limitar os efeitos colaterais da medicação oral. Os investigadores sugerem que a mesma via também pode fornecer um alvo para combater outras doenças, tais como a aterosclerose e certos tipos de tumores cancerosos que se baseiam na formação de novos vasos sanguíneos.
 
 
A esperança é que uma vez que algumas drogas disponíveis já ajudem esta via para o tratamento de aterosclerose, talvez um tratamento para a degeneração. Em 2012, os pesquisadores da Irlanda relataram como controlar ou aumentar os níveis do componente do sistema imunitário de IL-18 pode prevenir a degeneração macular seca progredindo para a forma úmida da doença.
 
 
Um dos remédios prescritos para o combate do colesterol é o Lípitor.
 
Henrique Torres