Especialistas recomendam cuidados na utilização de umidificadores


Os umidificadores podem auxiliar na diminuição do ar seco, no entanto podem também multiplicar os ácaros.

 
Com o tempo seco, as pessoas costumam apelar para as receitas caseiras, deixando tolhas molhadas pela casa, colocando baldes d’água pelos quartos ou investindo em umidificadores, para melhorar o ar. Mas especialistas garantem que os umidificadores devem ser utilizados com moderação. 
 
A umidade que os aparelhos podem deixar nos quartos, aliada a poeira doméstica, acima de 60% ou 70%, serve de alimento para os ácaros e isso estimula a sua reprodução, em números elevados no ambiente. Dessa maneira, as partículas microscópicas de fezes dos ácaros, são lançadas nos travesseiros, lençóis e colchões, causando processos alérgicos como rinite e asma. 
 
A utilização das toalhas molhadas, dos baldes d’água e umidificadores, poderia ser eficaz somente se a pessoa tivesse um higrômetro na residência. Pois esse aparelho é capaz de medir o percentual da umidade do ambiente e possibilita que a pessoa evite, que a umidade ultrapasse os valores acima de 60%. 
 
Em ambientes muito secos, os umidificadores e vaporizadores podem ser muito úteis, desde que sejam utilizados de forma moderada. Os vaporizadores utilizados em espaços fechados, que soltam uma menor quantidade de vapor podem umedecer o local, mas também podem facilitar a proliferação de fungos. O ideal e mais recomendado pelos especialistas, é manter o ambiente bem ventilado, com as janelas abertas, para evitar o acúmulo de poeira doméstica e ácaros.
 
A síndrome chamada atopia, que geralmente acomete muitas pessoas com essas mudanças de tempo e ar seco, estimula uma disfunção que faz a pele e a mucosa resistirem à secura do ar. Para a prevenção, especialistas recomendam a hidratação das vias aéreas com soluções fisiológicas, ingestão de bastante liquido e evitar locais muito fechados. Se as reações alérgicas persistirem, médicos recomendam o medicamento Dexametasona um anti-inflamatório e antialérgico que auxilia no tratamento das reações.
 
Para evitar a proliferação dos ácaros e as reações alérgicas, listamos algumas dicas básicas:
 
- Evite usar casacos e cobertores guardados por muito tempo.
- Evite deixar o ambiente fechado por um longo período.
- Abuse de hidratantes e beba bastante água.
- Lave bem as roupas e coloque-as sob o sol.
- Troque os cobertores pelos edredons.