Entenda porque é necessário apresentar receita para comprar antibióticos


OMS pede moderação na administração e no consumo desses medicamentos

Os antibióticos trouxeram, sem sombra de dúvida, grandes avanços para a medicina. Eles possibilitaram o tratamento de enfermidades que até há pouco eram fatais. O principal problema do seu uso reside na resistência gerada nos microorganismos. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a de moderação, tanto na administração como no consumo desses fármacos. Em 7 de abril (Dia Mundial da Saúde), a entidade reforçou esse alerta e elegeu a luta contra a resistência microbiana como tema em 2011.

O que é resistência microbiana? Os antibióticos são prescritos para combater as bactérias; os antivirais atuam contra os vírus e os antifúngicos são indicados para acabar com os fungos.  O uso desses medicamentos, com o passar dos anos e com uso indiscriminado, acabou por  gerar as resistências. Ou seja, os microorganismos deixam de ser afetados pelos remédios que antes eram eficazes para combatê-los. Trata-se de uma problema seriíssimo de saúde pública.

As pessoas erram ao tratar qualquer enfermidade com antibióticos. Ao menor sinal de um resfriado, que em sua maioria tem origem viral, muitas correm para se automedicar com qualquer antibiótico da “farmacinha” caseira. Cuidado: um antibiótico não tem a menor efetividade nesse e em vários outros casos, não importa o que dizem parentes e amigos. Ao tomar antibióticos sem prescrição médica, de “qualquer jeito” (exemplo: por alguns dias, de tantas em tantas horas, em uma autoprescrição sem qualquer orientação médica), você estará contribuindo diretamente para a piora do problema. Esse ato favorece a sobrevivência e perpetuação de microorganismos resistentes. Interromper o tratamento passado pelo médico assim que perceber melhoras é outro erro comum, aparentemente inofensivo e na verdade extremamente danoso, tanto para a própria saúde como para a das outras pessoas.

Recentemente, a venda de antibióticos ficou muita mais restrita no país, apenas para quem apresenta a prescrição médica. Então, se você não sabe o porquê de precisar apresentar a receita e questiona isso, saiba que trata-se realmente de um problema muito sério de saúde pública que precisa ser resolvido.  

Por: AgComunicado