Energia e saúde são alguns dos benefícios do açaí


Seu consumo fornece uma boa quantidade de vitaminas e nutrientes essenciais para saúde

 

O açaí é bastante consumido em todo o Brasil, especialmente em estações quentes, como o verão. Na Amazônia é consumido com farinha de tapioca ou mandioca. No Paraná,com camarão ou peixes salgados. E nas demais regiões do país, é feito com a polpa congelada e batida com xarope de guaraná, com uma consistência semelhante a do sorvete – essa versão costuma ser acompanhada por frutas e granola. 
 
A fama do açaí não é à toa: ele é rico em vitamina E, potássio, ferro, magnésio e cálcio, e outros nutrientes que fornecem energia e disposição para corpo. 
 
Por ser composto por ácido oleico, uma espécie de gordura polinsaturada, o açaí pode atuar em prol da redução e controle dos níveis de colesterol e da pressão arterial. A coloração roxa é originada pela antocianina -  um pigmento natural da mesma família dos flavonoides – que age como antioxidante e pode combater ou neutralizar a ação dos radicais livres, prevenindo, desta forma, doenças cardiovasculares, alguns tipos de câncer, diabetes e até mesmo o Alzheimer. Os antioxidantes presentes na composição do açaí também podem melhorar o aspecto de peles com manchas e ajudar no retardo do envelhecimento precoce. 
 
Mas vá com calma! Apesar de fornecer todos estes benefícios, o açaí é bastante calórico. 100 gramas contém uma média de 247 calorias. Então, para não errar, consuma-o com moderação. 
Quem faz dietas de emagrecimento deve ficar atento aos complementos. Há quem use apenas frutas e granola e aqueles que não dispensam o leite condensado e outras guloseimas no açaí. Para manter ou não comprometer o peso, prefira apenas bater a polpa com água natural ou água de coco. Ambas tornam a receita mais leve.  As versões com frutas individuais ou mix de frutas, mel e granola são ótimas para quem pratica exercícios físicos. 
 
Por: AgComunicado