Endocardite: um problema sério que merece atenção


Se trata de uma infecção grave causada por bactérias que atinge as válvulas do coração

Você já ouviu falar em endocardite? Trata-se de uma doença grave resultado da inflamação de uma membrana que reveste o interior do coração. Essa inflamação pode gerar um quadro de infecção que abrange a gravidade do problema.

O que pode causar a endocardite e provocar a infecção?
Ações corriqueiras podem desencadear no surgimento da doença como espremer uma espinha ou até mesmo escovar os dentes.

Indivíduos que já apresentam algum problema como: anomalias congênitas no coração; miocardite; que tenham alguma prótese cardíaca; que já utilizaram drogas por meio de injeção, entre outros, estão mais propensos a desenvolver a doença.

É um problema que muitas pessoas desconhecem, é mais comum que surja a partir de algum problema cardíaco já existente. Alguns sintomas desse problema são: dores de cabeça, náuseas, febre, calafrios, sensação de fadiga, emagrecimento etc.

A gravidade do problema na fase infecciosa se deve à presença de bactérias resistentes que se alojam sobre as válvulas cardíacas ou em diversos pontos do endocárdio.

Quando se detecta um caso de endocardite infecciosa é necessário que o paciente seja imediatamente internado, o período de internação mínimo nesses casos é de um mês. Essa ação tem como objetivo controlar a infecção e descobrir a causa do problema. O paciente recebe antibióticos em alta dosagem por meio intravenoso. Há casos em que a endocardite leva à deformidade de válvulas cardíacas, o que pode demandar correções ou até a implantação de válvulas artificiais.

Há uma maneira de prevenir o problema?
Pequenas ações cotidianas que muitas pessoas podem pensar serem inofensivas podem desencadear o problema. Problemas dentários; uma espinha em processo infeccioso espremida; piercings na língua; algum problema na gengiva, entre outros, podem fazer com que bactérias entrem em contato com a corrente sanguínea e se alojem na região do coração. 

Obviamente que problemas cardíacos já existentes são fatores que podem desencadear a doença e inclusive, sintomas como sopro no coração podem se intensificar por conta da presença das bactérias na região do endométrio.

Se você sofre de algum problema cardíaco preste sempre atenção a qualquer sintoma que possa surgir repentinamente. Se já passou por algum procedimento cirúrgico e já tem alguma prótese, procure sempre realizar os exames de rotina e ao surgimento de sintomas como febre persistente, procure imediatamente um médico. 

No ano passado, o ator global Luis Gustavo, que interpretou o inesquecível Vavá do programa Sai de Baixo, contou ao programa Fantástico sobre a internação de 33 dias decorrente da endocardite infecciosa, o ator relatou que o problema começou com um zumbido no ouvido e com sintomas semelhantes à gripe. A bactéria ficou instalada no intestino do ator e depois caiu na corrente sanguínea e se instalou na região das próteses que tinha no coração.

Lembre-se: a endocardite é um problema sério e merece atenção sempre.

 

Daiana Barasa