Eficácia dos exercícios físicos X alimentação balanceada para combater o colesterol


Listamos os alimentos que não podem faltar em sua dieta, no controle das altas taxas de colesterol.

 
Os hábitos alimentares saudáveis e a prática regular de exercícios físicos, são capazes de manter as taxas de colesterol bom (HDL) e diminuir as taxas ruins (LDL). Os resultados comprovados por diversos estudos, constatam a eficácia dessa combinação. Especialistas afirmam, por mais que os pacientes sigam a risca o tratamento com medicamentos, controlar a alimentação é fundamental para diminuir os altos índices do colesterol no sangue. 
 
Pacientes com diabetes que apresentam dificuldades no controle das altas taxas de colesterol, devem ter atenção redobrada na alimentação. Pois os diabéticos apresentam altos riscos de sofrer manifestações de aterosclerose. Para encarar a batalha contra o colesterol ruim e garantir uma alimentação saudável, listamos alguns alimentos que equilibram as taxas do colesterol e mantem longe as doenças do coração:
 
Aveia
A aveia é capaz de diminuir as concentrações de colesterol, lipídios e triglicerídeos de forma significativa, aumentando a fração do bom colesterol (HDL). O consumo de aveia exerce muitos benefícios ao organismo, além de promover sensação de saciedade, melhora a circulação, controla a glicemia e inibe a absorção de gordura (colesterol). 
 
Linhaça
Rica em ômega-3, a linhaça auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares e evita coágulos ao diminuir as taxas de LDL e aumentar as de HDL. 
 
Sementes Oleaginosas
As nozes e castanhas são ricas em antioxidantes, auxiliam no combate ao envelhecimento celular e previnem doenças coronárias, além de diversos tipos de câncer. A arginina, presente em suas propriedades, atuam como vasodilatador e auxiliam na redução do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. 
 
Alcachofra
Rica em fibras resistentes à ação de enzimas, o consumo de alcachofras auxilia na diminuição dos níveis de colesterol e triglicérides e ajuda na redução do risco de obesidade e diabetes. Especialistas recomendam seu consumo para prevenir doenças cardíacas. 
 
Laranja
Além de ser eficaz para evitar gripes e resfriados, a laranja possui substâncias antioxidantes, capazes de diminuir os níveis de LDL no sangue, limitando a absorção do colesterol no intestino. 
 
Peixes
Fontes de ácido graxo ômega-3, os peixes como truta, salmão e atum fornecem gordura do tipo insaturada que ajuda na redução dos níveis de triglicérides e colesterol no sangue. Seu consumo reduz a formação de coágulos e deixam o sangue mais fluído, auxiliando também na prevenção de doenças cardiovasculares.
 
Vale ressaltar que todos os alimentos de origem animal têm colesterol. Portanto, o mais recomendado é optar por alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras, legumes e grãos. Se as altas taxas de colesterol persistirem, consulte o médico e siga a risca as recomendações. O medicamento Sinvastatina, aliado a prática de exercícios físicos e uma alimentação balanceada, auxilia no controle e na diminuição das altas taxas de colesterol.