Do-in é automassagem que combate dores frequentes


Técnica chinesa utiliza os pontos da acupuntura para combater a tensão.

 Está comprovado que o estresse do dia a dia provoca tensão e rigidez nos músculos. Sentir  dores incômodas não pode se tornar rotina, pois existem meios de aliviá-las. Primeiramente, o médico deve ser consultado. Se a questão for relaxar o corpo, pode-se escolher a alternativa do 
do-in ou automassagem.
 
O Do-in é uma técnica oriental, baseada na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), e que utiliza os mesmos pontos da Acupuntura, de acordo com os meridianos distribuídos pelo corpo. A prática consiste na pressão da ponta dos dedos em locais específicos, a fim de tratar as dores que surgem decorrentes dos  esforços diários e normalizar o fluxo de energia onde ela estiver desequilibrada. 
 
As práticas de Do-in existem há mais de 5 mil anos e são passadas de geração em geração. São aprimoradas ao longo do tempo, para melhor servir na prevenção e no combate de distúrbios do organismo. Dores na região do pescoço e nas costas, prisão de ventre, enxaqueca, inchaço, sinusite e até mesmo a depressão podem ser aliviados com a técnica feita por profissional habilitado.
 
O Do-in não tem contraindicação e pode ser aplicado em qualquer fase da vida, seja na adulta ou infantil. Aliás, crianças e bebês costumam se beneficiar de tratamentos contra insônia e pesadelos. por meio da pressão com o polegar no segundo dedo do pé, contando a partir do dedão, por até três minutos. Contra a diarreia, a pressão se dá com o polegar na região mais alta do arco do pé por até cindo minutos; e contra a congestão nasal, posiciona-se os polegares em cada lado do nariz da criança e realiza-se pequenos movimentos circulares. 
 
Os resultados dessa técnica chinesa costumam ser percebidos depois de algumas repetições do tratamento. Realizá-las uma ou duas vezes ao dia durante um período de 10 dias, aproximadamente, já pode trazer resultados, com redução das dores e da frequência no uso de remédios analgésicos.
 
Por: AgComunicado