Daklinza para tratar a hepatite C


A medicação é encontrada em diversas farmácias do país e apresenta-se eficiente para a cura e recuperação do paciente

Daklinza é o medicamento aprovado e disponibilizado pelo Ministério da Saúde para o trato da hepatite C de modo mais eficiente e rápido ao ser comparado com o tratamento com outros medicamentos.

O Ministério da Saúde ainda ressalta que o Brasil está entre os primeiros países a investir em novos medicamentos no combate à hepatite C. O propósito é beneficiar em média 50 mil pacientes que não tiveram boas respostas do organismo com as demais medicações oferecidas pela rede pública.

O Daklinza é uma medicação produzida pelo laboratório Bristol-Myers Squibb Pharma e encontrado à venda em farmácias para o consumo via oral por meio dos comprimidos. A composição do remédio é indicada para o tratamento da hepatite C somente em adultos.

Efeitos colaterais

É comum ao iniciar o tratamento com o Daklinza sintomas de dor de cabeça, náuseas, insônia, perda de apetite, diarreia, azia, enxaqueca e tontura.

Contraindicações

A medicação não é recomendada entre os pacientes com alergia à fórmula ou quando consomem outras substâncias como a Fenitoína, Oxcarbazepina, Rifampicina, Rifabutina, Dexametasona, entre outros.

Sintomas da Hepatite C

Os sintomas aparentes da doença são pele de cor amarelada, urina escura e geralmente as fezes costumam aparentar coloração clara. É importante ressaltar que nem sempre a hepatite C apresenta esses sintomas e em muitos casos a doença é confundida com gripe.

Todavia ao notar a coloração mais clara das fezes e alterações na cor da pele é importante comparecer até um hospital para realização de exames. Quando a doença é diagnosticada precocemente maior é a chance de cura. A hepatite quando não tratada em tempo hábil pode tornar-se hepatite C crônica trazendo implicações para o fígado e riscos de perda do órgão.

Tratamento

O tratamento da hepatite C será apresentado pelo médico infeciologista ou hepatologista. As medicações convencionais aplicadas são remédios antivirais como o Daklinza ou Sofosbuvir durante um período de aproximadamente 6 meses.

Hepatite C crônica

Quando a doença já está em estado grave e avançado a hepatite C é transformada em hepatite crônica podendo trazer sérios riscos de cirrose ou até mesmo câncer de fígado. Nesse caso será necessário realizar o transplante. Quando o paciente está contaminado com o vírus da hepatite C, antes do transplante é preciso combater o vírus com a ajuda dos medicamentos durante o período indicado pelo médico.

Alimentação saudável para o trato da hepatite C

Deve ser evitado o consumo de alimentos gordurosos, como: manteiga, carne vermelha gordurosa, chocolate, açúcar refinado, queijo, iogurte e leite integral, embutidos, molhos e refrigerantes.

Invista no consumo de legumes, grãos integrais, hortaliças, frutas e substitua alimentos como macarrão, arroz e pão por opções integrais. 

Juliana Rodrigues