Como fazer exercícios no calor com segurança?


Veja algumas dicas!

 
 
Nossa, está quente lá fora! Mas o que um corredor dedicado tem que fazer? "Combinar o treino com o tempo, diminuir o exercício durante o período de sol e procurar uma sombra depois", diz Samuel N. Cheuvront, um fisiologista de investigação no Instituto de Medicina Ambiental de Pesquisas do Exército dos EUA. 
 
 
Escolha o nascer ou o pôr do sol. Sua melhor aposta em um dia quente é por a cabeça para fora no início da manhã ou à noite, quando sua sombra é o dobro do seu tamanho em altura. De acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia, a exposição à luz direta do sol pode aumentar o calor que se sente por um máximo de 15 graus.
 
 
Cuidado com a temperatura da superfície da pele. "Quando o mercúrio é superior a 90 - a temperatura da superfície da pele - você vai ganhar o calor do ar que está em torno de você, e o calor do seu corpo não terá para onde ir", Cheuvront adverte. Neste ponto de inflexão, você vai suar mais e sua temperatura corporal vai subir rapidamente, tornando-o mais suscetível a doenças relacionadas ao calor. Vá com calma.
 
 
Hidratação! Cheuvront aconselha seguir as recomendações do Colégio Americano de Medicina Esportiva, fique bem hidratado durante todo o dia a beba pelo menos oito copos de água, certifique-se de beber água cerca de 15 minutos antes de sua execução, e não se esqueça de beber após o treino.
 
 
Regra número um antes de executar: Verificar o índice de calor - uma combinação de temperatura e umidade do ar - ao invés do termômetro, para ter uma ideia melhor da sensação real lá fora.  Se estiver muito quente e o ar seca, mova-se dentro de casa, porque você está em risco grave de doenças relacionadas ao calor, incluindo insolação.
 

Proteção. Mantenha treinos mais curtos do que o habitual e treinos moderados. Salve suas corridas longas ou mais difíceis para dias mais amenos. E o mais importante, não se esqueça do protetor solar. Sua pele fica muito agredida pela exposição ao sol, por isso se proteja e use um boné.
 
Henrique Torres