Como evitar lesões musculares ao pedalar?


A postura correta e alguns cuidados são essenciais

A postura correta e alguns cuidados são essenciais

 
O ciclismo é considerado um dos esportes mais saudáveis, além de proporcionar resistência cardiorrespiratória, força, flexibilidade, resistência muscular e favorecer o gasto calórico, o ciclismo permite uma sensação de liberdade para quem pratica. No entanto, alguns danos corporais podem estimular lesões musculares como parestesia peniana, fascite plantar e lombalgia. 
 
A posição mal acostumada do ciclista na hora de pedalar pode ser o principal motivo das dores. Segundo especialistas, os músculos que podem ser afetados com uma posição incorreta são: glúteos, isquiotibiais, paravertebrais, entre outros. Por isso, é necessário escolher uma bicicleta com boa regulagem para evitar estes danos e afastar o risco de problemas como lombalgias, que se não for tratada pode evoluir para um problema de hérnia de disco. 
 
Outro problema muito comum para os ciclistas é resultado da forma incorreta de pedalar, que pode desencadear em tendinites, artrites e dores musculares. As pedaladas com muita sobrecarga, como por exemplo, em subidas ou marchas pesadas, sobrecarregam a musculatura e resultam nas inflamações das articulações (que também costumam ser tratadas com o uso de antiinflamatórios). Contudo, especialistas recomendam que antes de praticar o ciclismo, o atleta deve realizar aquecimentos e alongamentos antes e após os exercícios. 
 
Sedentários devem manter a atenção redobrada, pois geralmente possuem uma certa fraqueza nos músculos, por não estarem habituados à prática regular. Nestes casos, manter a coluna estabilizada e a postura correta é fundamental para evitar o surgimento de lesões cervicais e lombares. Sem contar que ter a musculatura fortalecida é essencial para um corpo saudável.
 
Especialistas e educadores físicos recomendam a prática regular de musculação para fortalecer os grupos musculares que são exercitados durante a prática do ciclismo. Assim com o repouso também deve fazer parte dos treinos, para não sobrecarregar os músculos, seguir uma dieta equilibrada e rica em nutrientes também promove uma grande melhoria na qualidade de vida do indivíduo.
 
E não é só os cuidados com a postura que devem ser levados em consideração, é importante pensar nas condições da bicicleta: o quadro da “bike” à altura da pélvis em relação ao chão; o  banco deve ser paralelo ao chão e sem inclinação para que o peso do corpo do ciclista seja bem distribuído.
 
É importante ter à disposição um profissional experiente e competente para nortear quanto à prática do ciclismo que embora se relacione com lazer deve ser encarado como exercício físico, como esporte.
 
Pedale, vença desafios, barreiras, encare competições, se dedique ao esporte, mas não se esqueça dos cuidados com a saúde, não se esqueça de se alimentar da maneira correta, de tomar as devidas precauções para que o exercício só lhe traga de fato, inúmeros benefícios.
 
Pedale em prol da sua saúde... Cultive o equilíbrio e a disciplina, não permita que as dificuldades lhe desmotivem na caminhada por uma vida mais saudável.
 
Daiana Barasa