Como driblar os efeitos colaterais dos medicamentos


Remédios trazem benefícios e efeitos colaterais. Saiba mais

Quando uma pessoa sofre de uma condição crônica de saúde como diabetes, hipertensão, depressão, artrite reumatoide, fibromialgia, entre tantas outras, ela pode passar a ter a necessidade de tomar medicamentos de uso contínuo. Em geral, isso leva à situação de ter de se lidar por um tempo prolongado com efeitos colaterais de maior ou menor monta, que podem ou não ser perceptíveis pelo paciente. Há efeitos que só são evidentes se forem feitos testes laboratoriais.

Remédios só podem ser tomados com prescrição médica. Qualquer efeito colateral deve ser sempre reportado ao médico, que busca soluções para aliviar os sintomas, seja mudando a dose, horários e forma de tomada ou a medicação em si.

Não é incomum sentir a boca seca quando se toma antidepressivos, por exemplo. Nesses casos, a dose pode ser ajustada. Além disso, o paciente deve tomar água com mais frequência. Anti-inflamatórios podem levar à dor de estômago. Existem medicamentos protetores da mucosa estomacal que podem ser tomados para amenizar o problema. Anti-histamínicos costumam dar sonolência. Vale sempre perguntar ao médico quais são os efeitos colaterais esperados em maior ou menor proporção e quais sinais necessitariam de atenção médica imediata.

Confira algumas formar de combater alguns efeitos colaterais comuns. De qualquer forma, o médico deve ser sempre consultado:

- Prisão de ventre: alimentos ricos em fibras, exercícios e água combatem o problema
- Diarreia: beber água e abundância. Se continuar por mais de dois dias,  procurar o médico
- Sonolência ou tonturas: Deve-se repousar e evitar dirigir ou operar máquinas
- Boca, nariz e garganta secas: chupar balas ou pedaços de gelo, mascar chicletes sem açúcar ou usar umidificador de ar
- Retenção de líquidos: evitar sal e manter as pernas elevadas
- Dor de cabeça: repousar e tomar analgésico isento de prescrição
- Insônia: evitar cafeína depois do meio-dia e falar com o médico para saber se é possível tomar a medicação pela manhã
- Estômago irritado: tomar o remédio com leite

Por: AgComunicado