Colite ulcerativa: compreenda sobre esta doença


Este é um problema crônico que demanda tratamento e mudança efetiva de hábitos

Talvez você nunca tenha ouvido falar em colite ulcerativa. Se trata de uma inflamação crônica que se desencadeia no intestino grosso e em parte do sistema digestivo. É uma condição crônica, o que quer dizer que a pessoa pode conviver com o problema por anos.

A colite é capaz de afetar o revestimento do intestino grosso e do reto, o que pode levar a inflamações e ao desenvolvimento de úlceras. Não existe uma cura para o problema. Mas vale procurar um especialista e tomar alguns cuidados, assim, o mal pode ser controlado e até mesmo desaparecer.

Apesar de não existir um estudo que explique exatamente sobre como a colite ulcerativa é provocada, hipóteses apontam que uma alteração no sistema de defesa do organismo no intestino poderia provocar a doença.

Dentre os sintomas de colite ulcerativa estão: dor no abdômen que se assemelha a cólicas; diarreia; as fezes podem apresentar sangue, muco ou pus; a pessoa pode vir a perder peso sem motivo; sensação de cansaço, náuseas; vontade de evacuar com frequência, dentre outros.

Dependendo do caso podem ser prescritos medicamentos e cirurgia. Um fator muito importante no processo do tratamento é a alimentação. Deve haver equilíbrio no consumo de laticínios, de gorduras, entre outros e, deve ser evitado ao máximo a ingestão de álcool, cafeína, além de abolir o consumo de pimenta na dieta.

O estresse também representa um fator de risco para agravar casos de colite ulcerativa. Por isso é fundamental repensar os hábitos cotidianos e incluir no dia a dia hábitos mais saudáveis como a prática de atividades físicas.

É fundamental que muita água seja ingerida ao longo do dia. Em caso de qualquer anormalidade e desconforto é fundamental procurar um hospital para o devido acompanhamento.

 

Daiana Barasa