Chá Preto Está Associado a Menor Risco de Diabetes


Consumo de chá preto está intimamente associado a riscos menores de diabetes.

Após uma análise, pesquisadores foram capazes de confirmar suas descobertas iniciais sobre o consumo elevado de chá preto e a menor prevalência de diabetes tipo 2 (doença que pode ser controlada com medicamentos como o Victoza). Os autores enfatizaram que a qualidade e a consistência das informações entre as 50 nações provavelmente variaram, bem como os critérios utilizados internacionalmente para o diagnóstico de diabetes. "E o que pode parecer positivo no nível da população pode não funcionar bem a nível individual," escreveram.


Mesmo assim, seus resultados corroboram aqueles de estudos prévios. Os autores escreveram: "Estes resultados do estudo original são consistentes com anteriores estudos biológicos, fisiológicos, e ecológicos realizados sobre o potencial do chá preto sobre diabetes e a obesidade"... e fornecem "informações científicas adicionais valiosas a nível mundial."


A comunidade científica tornou-se cada vez mais interessada em benefícios de saúde potenciais do chá verde, que contém catequinas (flavonóides simples). Catequinas são consideradas como tendo propriedades anti-inflamatórias. O chá verde transforma-se em chá preto durante o processo de fermentação. A fermentação induz uma variedade de flavonoides complexos, tais como tearubiginas e teaflavinas, que também têm sido atreladas a vários benefícios para a saúde.


Abaixo está uma lista de outros benefícios de saúde que têm sido associados ao consumo de chá preto:


1.    Chá preto pode ajudar a baixar a pressão arterial
2.    Chá preto alivia o estresse, diminuindo o cortisol, um hormônio do estresse
3.    Três ou mais xícaras de chá preto ou verde por dia reduzem significativamente o risco de acidente vascular cerebral
4.    Chá preto pode ser um antídoto para antraz. 
5.    Enxaguar a boca com chá preto reduz o acúmulo de placa bacteriana
6.    Chás verdes e pretos foram considerados como redutores do crescimento do câncer de próstata
 
Henrique Torres