Causas e curas para falta de motivação!


A maioria dos problemas com a motivação vem de padrões de pensamento subconsciente. Curiosamente, muitos desses padrões têm a intenção de motivá-lo.

 
A maioria dos problemas com a motivação vem de padrões de pensamento subconsciente. Curiosamente, muitos desses padrões têm a intenção de motivá-lo. O problema é que eles são estratégias ineficazes que você aprendeu há muito tempo quando você não tinha ideia do que estava acontecendo.
 
 
Outra causa da falta de motivação vem de anexos subconscientes de autoprivação. Neste caso, se uma vida de paixão não é familiar para você, então você irá evitá-la.
 
 
Aqui estão sete estilos motivacionais comuns que são realmente desmotivadores e o que deve-se fazer sobre cada um deles. Você consegue se ver em um ou mais dos exemplos?
 
 
1. Motivação de sargento
 
 
Ninguém gosta de ser ordenado. Curiosamente, você pode tentar se auto motivar com o estilo sargento. Basicamente, você grita para si mesmo dentro de sua cabeça:  “Levanta daí! Se você não se mexer, você vai pagar! Você é tão preguiçoso! Você deve fazer isso agora!”
 
 
Quando você ordena a si mesmo, algo previsível acontece: você se rebela contra suas próprias ordens e se recusa a entrar em movimento. Muitos de nós temos a voz de um pai na nossa cabeça nos falando grosseiramente, tentando levar-nos a cooperar com a sua agenda. 
 
Isso só te enche de ressentimento e faz você querer fazer menos do que nunca. A solução para este modelo de motivação ineficaz é falar para si mesmo como se fosse um bom amigo.
 
 
Convide-se a fazer coisas que você realmente quer fazer. Seja agradável com você mesmo. Mas algumas pessoas têm dificuldade em imaginar essa possibilidade. Mesmo assim, é possível desenvolver um relacionamento com você com base na autoestima, e não na autopunição.
 
 
2. Vivendo em opressão
 
 
Sentir-se oprimido é outro grande contribuinte para a falta de motivação.  Curiosamente, não é preciso muito para alguns de nós ficarmos sobrecarregados e nos sentirmos impotentes e frustrados. 
 
 
Encarar uma pia cheia de louça suja é muitas vezes suficiente. Isso acontece por duas razões:
 
 
1 . Você não aprendeu o hábito de quebrar as tarefas em pedaços gerenciáveis.
 
2 . Em algum momento no início da vida, você se acostumou a um sentimento de impotência e agora está lutando com o apego psicológico. 
 
 
A solução para a sobrecarga é:
 
 
1. Conscientemente quebrar as tarefas em pequenos pedaços suficientes. Imagine cada pequeno pedaço em sua mente com clareza.
 
 
2. Marcar os seus sentimentos de desamparo de volta às suas origens até ver o padrão de desamparo em toda a sua vida. Em algum ponto, e talvez com a ajuda de uma perspectiva de fora, você vai ser capaz de decidir que é hora deixar este sentimento.
 
Henrique Torres