Câncer de pele: Tipos, tratamento e prevenção.


Saiba mais.

O câncer de pele é o aumento incontrolável das células cutâneas anormais. Sua classificação é feita a partir do tipo de células que estão se multiplicando.
 
Carcinoma basocelular: O tipo mais comum é aquele que se origina através do crescimento anormal das células presentes na camada mais profunda da epiderme.
Carcinoma de células: Nesse tipo de tumor as células que estão na parte central da epiderme se modificam.
Melanoma: Se origina através da alteração nas células responsáveis pelo pigmento da pele. Por ser do tipo maligno, esse tipo é o mais perigoso.
 
Prevenção
 
Assim como os outros tipos de câncer, é importante que essa doença seja descoberta logo no início. Para isso é indicado o autoexame.  Nele deve-se observar feridas que não cicatrizam manchas que mudam de cor, descamam e/ou coçam. 
 
Lembre-se de verificar bem todo o corpo. Axilas, pés e pernas (não se esqueça de ver entre os dedos) braço e antebraço, pescoço e o rosto.
 
Atenção: Pessoas com histórico de câncer de pele na família estão no grupo de risco, assim como pessoas que vivem e trabalham em lugares com muito sol.  Nesse último caso o meio de prevenção mais indicado é o uso de protetor solar todos os dias, inclusive nos dias nublados e chuvosos.

O Tratamento
 
Biopsia: Nesse caso é feito um procedimento simples no qual o câncer todo ou parte dele é retirado.  Nessa opção deve-se levar em contato tipo do câncer de pele e em que estágio se encontra.
 
Cirurgia: A complexidade da cirurgia também vai variar de acordo com o tamanho e tipo do câncer. Nela são retiradas as células malignas que formam o câncer.
 
Radioterapia: Usa-se a radiação ionizante para combater o tumor.  A eficácia dessa opção de tratamento varia de acordo com a localização do câncer. 

Fototerapia: É um tratamento a base de laser. Nele são indicados medicamentos- que vão sensibilizar as células cancerosas - para o paciente e junto são feitas sessões de exposição do tumor à luz de lazer. 
 
Quimioterapia: Indicado para casos mais avançados, esse tratamento consiste em diversas sessões de aplicação de compostos químicos que vão combater as células malignas. 
 
 
Carina Xavier