Benefícios saudáveis da salsa!


Ela pode diminuir o nosso risco de câncer, melhorar o nosso sistema imunológico, reduzir a inflamação e muito mais.

 
 
A salsa é uma erva bem conhecida que a maioria das pessoas utiliza apenas como enfeite e tempero. Mas há mais na salsa do que ela aparenta. Ela pode diminuir o nosso risco de câncer, melhorar o nosso sistema imunológico, reduzir a inflamação e muito mais. A salsa é rica em um flavonoide conhecido como apigenina, que foi mostrado para reduzir alguns tipos de câncer, tais como o câncer de pele, de mama e câncer da próstata. Ele também atua como um antioxidante e anti-inflamatório.
 
 
Fauldoxo é um medicamento que age impedindo que a função das células tumorais se multipliquem. O medicamento é indicado para tratar certos tipos de cânceres, como o câncer de mama, ósseo, pulmão, tireoide do ovário e leucemia. Além disso é também indicado para o tratamento primário do câncer de bexiga. 
 
 
Óleos essenciais de salsa foram provados para suprimir respostas imunes, o que a torna um jogador crucial na luta contra alergias e doenças inflamatórias persistentes. Eugenol, um dos óleos encontrados na salsa, possui propriedades antiartríticos. Este óleo combinado com os benefícios anti-inflamatórios da salsa, pode reduzir significativamente o inchaço das articulações. 
 
 
A salsa pode ajudar a proteger de doenças como diabetes, câncer de cólon e asma.
Salsa contém uma quantidade significativa do ácido fólico vitamina B, também conhecido como ácido fólico, o que reduz a homocisteína (um aminoácido que pode danificar os vasos sanguíneos) nos corpos, diminuindo assim o risco de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco, e aterosclerose (espessamento das paredes das artérias).
 
 
Junto com o suco de cranberry, os componentes homeopáticos da salsa atuam como uma alternativa antibiótica a ser utilizada com os primeiros sinais de infecção do trato urinário. Certifique-se de verificar com um médico se os sintomas persistirem por mais de alguns dias. Dois compostos encontrados em salsa, apigenina e miristicina, impulsionam a produção de uma enzima do fígado que pode desintoxicar nossos corpos. 
 
 
Além disso, um relatório sobre a apigenina descobriu que o composto também melhora os efeitos de alguns medicamentos usados para tratar o câncer de cólon. Isto está de acordo com um estudo publicado em fevereiro de 2011 na revista Clinical and Experimental Metástase. A salsa é repleta de clorofila, que tem propriedades antibacterianas. É por isso que as pessoas comem o raminho de salsa de seus pratos após uma refeição. Ela combate bactérias orais que provocam o mau hálito.
 
Henrique Torres