Beber água, aumenta a concentração.


Estudos recentes comprovam a eficácia do consumo de água antes da realização de tarefas que exigem maior concentração.

 
Um estudo Britânico comprovou que o consumo de meio litro de água ao dia, pode aumentar a concentração nas tarefas intelectuais. De acordo com os resultados da pesquisa, as crianças que tomam 500ml de água, antes de realizar as tarefas, apresentam reações intelectuais rápidas de até 14%. 
 
A pesquisa realizada na Universidade do Leste de Londres, contou com 34 voluntários que fizeram uma série de atividades, depois de uma noite sem ingerir nenhum líquido. Antes de cada atividade ser realizada, cada voluntário tinha opção de ingerir uma barra de cereal ou 500ml de água. Após os testes, os estudiosos comprovaram que as crianças que tiveram preferência pelos 500ml de água, apresentaram maiores resultados quanto a concentração e realização das atividades. 
 
A psicóloga Caroline Edmonds, responsável pelo estudo afirma “O tempo de reação parece ser ainda maior quando as pessoas tem sede, provavelmente porque a sede tira a atenção das tarefas”. 
 
No caso das crianças, os resultados dos testes são ainda maiores. Estudos anteriores de Caroline Edmonds comprovam que crianças que bebiam mais água, tinham mais atenção na realização das tarefas e melhoravam a memória. Ao contrário dos adultos, em que alguns resultados não foram tão claros, pois alguns dos voluntários que consumiram água antes dos testes, não conseguiram resolver as tarefas mais complexas.
 
A questão que ainda gera dúvidas nos pesquisadores, é se a temperatura da água influência em algum aspecto as reações intelectuais. Vale ressaltar que a água é essencial para a vida, além de constituir 66% do corpo humano, reabastecer e manter-se hidratado, é fundamental. 
 
Mas ingerir a água em excesso também causa problemas sérios, podendo levar até à hiponatremia, que quer dizer “sal insuficiente no sangue”.  Essa doença é caracterizada pela concentração de sódio no sangue abaixo dos 135 milimoles por litros, na qual a concentração normal, deve se manter entre 135 e 145 milimoles por litro. Os sintomas incluem dores de cabeça, vômito, fadiga, urinação frequente e desorientação mental.
 
Especialistas recomendam que o equilíbrio no consumo de água, é essencial. Sem exageros e suprindo as necessidades básicas do organismo, é possível conquistar uma qualidade de vida e bem-estar.