Beber água ajuda no controle da pressão


Além de ajudar na perda de peso, o consumo de água auxilia no controle da pressão sanguínea.

 
Um estudo realizado por uma universidade nos Estados Unidos, constatou que o consumo de água, auxilia no controle da pressão sanguínea. A equipe de pesquisadores e médicos, avaliou pacientes que tinham problemas no sistema, que mantém a pressão normal e analisando os resultados, comprovaram que o consumo de água, aumenta a atividade do sistema nervoso e controla a atividade dos vasos sanguíneos, prevenindo o acúmulo de sangue nas extremidades do corpo. 
 
Além de auxiliar na perda de peso, o hábito de beber água promove muitos benefícios ao organismo, como por exemplo, reduzir os riscos de desmaio durante uma doação de sangue. A pesquisa realizada pela American Red Cross, demonstrou que beber aproximadamente meio litro de água antes de doar sangue, diminui o risco de desmaio em até 20%. 
 
Isso acontece porque com o sangue diluído, passa a fluir melhor pelos vasos sanguíneos, reduzindo assim, as chances de infartos e derrames. Beber em média, cinco copos de água (dois litros) por dia, protege o coração. Os pacientes que adotam o hábito de beber água todos os dias, têm menos chances de sofrer com ataques cardíacos ou doenças cardiovasculares.
 
Especialistas orientam que a hidratação é indispensável, mas também é necessário ter cuidado com os excessos. Ingerir muita água num curto espaço de tempo, pode causar o desequilíbrio dos níveis de sódio no corpo, fazendo com que as células tenham que absorver mais água, levando ao inchaço e rompimento das mesmas. 
 
No entanto, na correria do dia a dia, muitos se esquecem de tomar água e se acostumam com isso. Sem contar que muitas pessoas, substituem a água pelos refrigerantes, chás, cervejas, pensando que a reposição de nutrientes será mesma, o que acaba se tornando um verdadeiro equívoco.
 
Depois do ar que respiramos, a água é um elemento fundamental para a saúde do organismo e para nossa sobrevivência. Sem contar que com o passar dos anos, o ser humano tende a se desidratar com mais frequência, tornando a necessidade de reposição da água, maior. Dar preferência ao consumo de água, melhora a circulação sanguínea e favorece a eliminação de toxinas.