Atividade física em crianças ajuda no desempenho escolar!


Veja como a atividade física melhora o aprendizado!

 
Não existem políticas nacionais consistentes nos EUA em matéria de educação física. A maioria dos estados têm leis sobre atividade física nas escolas. Segundo o Comitê, as crianças na escola primária devem ser envolvidas em algum tipo de atividade física escolar por 30 minutos por dia, enquanto aquelas em ensino fundamental e médio devem fazer 45 minutos de atividade por dia. Metade do tempo a educação física deve envolver sessões vigorosas ou moderadas de exercício.
 
 
Desde 2001, quando o "No Child Left Behind Act" foi aprovado, 44% dos administradores da escola diziam ter cortado um tempo considerável da educação física e do recreio, a fim de adicionar mais tempo à matemática e à leitura em sala de aula. Mais e mais estudos estão mostrando uma ligação entre o desempenho da atividade física com a aptidão física e acadêmica, especialmente em leitura e matemática. Os autores escreveram que "os benefícios da prática de atividade física durante o dia na escola superam os benefícios do uso exclusivo do tempo de aula para a aprendizagem acadêmica".
 
 
De acordo com o relatório, os maiores benefícios para os alunos vêm de tomar parte em uma série de atividades físicas, incluindo exercícios de resistência, atividades aeróbicas e sessões estruturadas e não estruturadas. "Por exemplo, a aptidão aeróbica está ligada à estrutura e função cerebral relacionada à memória de trabalho e resolução de problemas, e rajadas únicas de atividade têm sido mostradas para aumentar o tempo na tarefa e melhorar o foco. O recesso proporciona aos alunos a oportunidade de refinar as habilidades sociais e usar sua imaginação".
 
 
Bem como passar uma quantidade mínima de tempo cada dia em aulas de Educação Física, os alunos também devem ter pausas frequentes em sala de aula. Retirar os recessos como uma forma de punição não é recomendado, nem devem os recessos ser substituídos por assuntos acadêmicos. A Comissão ilustra como é possível caber no tempo de sobra a educação física sem prejudicar o ensino de matérias acadêmicas.
 
 
Pesquisadores da San Francisco State University publicaram na American Journal of Preventive Medicine que as crianças são mais propensas a ter melhores níveis de aptidão física nas escolas, onde a educação física é obrigatória. Além disso, isso ajudaria a diminuir o elevado índice de crianças obesas existentes nos EUA, pois, juntamente com auxilio de um nutricionista, as ajudaria a emagrecer. Além destas duas combinações (exercício + dieta) a fruta Goji Berry pode ajudar a emagrecer.
 
 
A fim de garantir que haja igualdade de acesso à atividade física e educação física, é importante ter o apoio dos gestores locais de educação, bem como os governos distrital, estadual e federal. A atividade física deve ser considerada em todas as decisões políticas relacionadas com o ambiente escolar por urbanistas e organizações de pais e professores. As seguintes organizações patrocinaram este estudo: a Fundação Robert Wood Johnson. A National Academy of Sciences, National Academy of Engineering, Institute of Medicine e National Research Council que compõem as Academias Nacionais.
 
 
Henrique Torres