As Tendinites no Ombro, Joelho e no Pulso


Veja quais as características particulares destes três tipos de tendinites bastante comuns.

Tendinite no cotovelo

 

Duas formas de tendinite geralmente envolvem o cotovelo: a epicondilite lateral e epicondilite medial. Ambas são lesões muito comuns entre os atletas envolvidos em esportes que são realizados jogando com uso de raquete.

 

A Epicondilite lateral (cotovelo de tenista) provoca dor no lado externo da articulação do cotovelo. Essa condição provavelmente afeta de 40 a 50% de todos os atletas adultos que praticam esportes de raquete. Também pode ser causada por qualquer atividade que repetidamente torce e flexiona o pulso, como puxar erva daninha, usar uma chave de fenda ou mesmo carregar uma maleta.

 

A Epicondilite medial (cotovelo de golfista) provoca dor no lado interno do cotovelo. É uma lesão menos comum do que o cotovelo de tenista e, apesar do nome, é mais provável ser relacionada com uma ocupação que exige movimentos de cotovelo repetidos (como o trabalho de construção) do que ao esporte. Quando ocorre como uma lesão de esportes, a epicondilite medial pode ser desencadeada por repetidamente balançar um taco de golfe ou jogar uma bola de beisebol.

 

Tendinite no joelho

 

A forma mais comum de tendinite de joelho envolve o tendão patelar no bordo inferior da rótula ou o tendão do quadríceps na borda superior da rótula. É uma lesão comum de uso excessivo, especialmente em jogadores de basquete e fundistas.

 

Tendinite no pulso

 

No punho, a tendinite normalmente aparece sob a forma de doença de Quervain, uma condição que causa dor na parte de trás do pulso na base do polegar. Embora a doença de Quervain geralmente ocorra em pessoas que repetidamente agarrem ou aperte com o polegar, ela às vezes se desenvolve durante a gravidez ou por nenhum motivo conhecido.

Henrique Torres