As Razões da Criptorquidia


Entenda quais são as razões de surgimento da criptorquidia nos homens.

 Embora a criptorquidia quase sempre se refira à ausência congênita ou má formação, um testículo observado na bolsa escrotal na infância precoce pode ocasionalmente se mover para trás ou para cima no canal inguinal. Um testículo que pode facilmente se mover ou ser movido entre o escroto e o canal é conhecido como testículo retrátil.
 
 
Um testículo ausente da posição escrotal normal pode ser:
 
 
1. Encontrado em qualquer lugar no caminho alto do abdômen (retroperitoneal) posterior, logo abaixo do rim, no anel inguinal;
2. Encontrado no canal inguinal;
3. Gravidez ectópica, ou seja, verificou-se que o testículo "vagou" a partir desse caminho, geralmente fora do canal inguinal e, às vezes até mesmo foi encontrado sob a pele da coxa, no períneo, no escroto oposto ou no canal femoral;
4. Considerados subdesenvolvidos (hipoplasia) ou gravemente anormais (por problemas genéticos);
5. Ter desaparecido (anorquia).
 
 
Em muitas crianças com testículos inguinais, a descida dos testículos para o escroto ocorre nos primeiros seis meses de vida. Isto é atribuído ao aumento pós-natal das gonadotrofinas e à testosterona, que normalmente ocorre entre os primeiros e quarto meses de vida.
 
 
A Criptorquidia é um problema que pode estar associado com certas condições da gravidez, como a diabetes, doença que pode ser tratada com medicamentos como o Victoza.
 
 
Aparentemente normal, a maioria dos testículos escondidos também são normais por exame microscópico, mas encontram-se reduzidos de espermatogónias. O tecido em testículos escondidos torna-se mais marcadamente anormais ("degenerados") na aparência microscópica entre dois e quatro anos após o nascimento. Há algumas evidências de que a cirurgia orquipexia pode reduzir essa degeneração.
 
Henrique Torres