As Perturbações do Relógio Interno do Corpo


Saiba como as perturbações do relógio interno do corpo afetam a sua saúde.

Um especialista diz que o relógio interno do corpo pode se tornar disfuncional. Ele é facilmente confundido, por exemplo, ao ver a luz artificial à noite, ele diz, quando o relógio interno espera escuridão. O envelhecimento também piora o funcionamento do relógio, diz ele. "Na meia-idade, a maioria de nós começa a ter problemas para adormecer e ficar dormindo", diz ele. "Então nós temos problemas para ficar acordado no dia seguinte."


As consequências de perturbações no relógio se estendem além da sonolência. Uma pesquisa recente ligou o ritmo fora de sincronia do relógio interno circadiano em pessoas a um risco aumentado de diabetes, obesidade, e cetos tipos de câncer, perda de memória e distúrbios de humor, incluindo depressão.


"Acreditamos que há sérias consequências potenciais para a saúde se as pessoas tiverem problemas com o ritmo circadiano”, Colwell diz. É por isso que ele e seus colegas para determinar se o exercício, que é tão potente fisiologicamente, pode "consertar" um relógio quebrado, e nesse caso, se exercitar pela manhã ou no final do dia é mais eficaz em termos de regulação do ritmo circadiano.


Eles começaram a deixar os ratos saudáveis correrem, uma atividade que os animais desfrutam. Alguns dos ratos corriam quando quisessem. Outros tiveram acesso à roda de corrida apenas na parte inicial de seu tempo de vigília (camundongos são ativos à noite) ou nas fases posteriores, o equivalente a parte da tarde para nós.


Depois de várias semanas de funcionamento, os ratos que se exercitaram, não importa quando eles corriam, foram encontrados a estar produzindo mais proteínas em suas células-interno de clock do que os animais sedentários.
Henrique Torres