As Intervenções Comunitárias no Hábito de Fumar


Entenda como se dão os diversos tipos de intervenções sociais no hábito de fumar.

 Intervenções comunitárias

 

Iniciativas para educar o público sobre os efeitos de saúde do fumo passivo têm sido feitas em diversos países. O aumento do preço dos produtos do tabaco, por exemplo, pela tributação, também é uma intervenção que mostrou pequenos resultados. Foram encontradas "fortes evidências científicas" de que este método é eficaz para parar com o uso de tabaco crescente.  Estima-se que um aumento no preço de 10% vai aumentar a cifra de pessoas que pararam de fumar de 3 a 5%.

 

O “Smokeout Americano” é um evento anual que convida os fumantes a pararem por um dia, esperando que eles sejam capazes de estender isso para sempre. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declara o dia mundial sem tabaco em 31 de maio de cada ano.

 

Indivíduo ou grupo de apoio psicológico pode ajudar as pessoas que querem parar de fumar. Esta forma de aconselhamento pode ser eficaz sozinha ou combinada com medicação que costuma ser mais eficaz (como o Champix), estando o número de sessões de suporte com medicação correlacionados com a eficácia. Os estilos de orientação que tem sido eficazes em atividades de parar de fumar incluem desde entrevista motivacional a terapia cognitivo-comportamental. Vários formatos de intervenções psicossociais aumentam as taxas para parar de fumar, 10,8% para nenhuma intervenção, 15,1% para um formato, 18,5% para dois formatos e 23,2% para três ou quatro formatos.

 

Materiais de autoajuda podem produzir apenas um pequeno aumento nas taxas para parar de fumar. Em 2008 um estudo sobre o efeito de autoajuda foi fraco, e o número de tipos de autoajuda não produziram maiores taxas de abstinência.

 

A redução gradual envolve lentamente reduzir a ingestão diária de nicotina. Isso teoricamente pode ser feito através de repetidas mudanças de cigarros com baixos níveis de nicotina, reduzindo gradualmente o número de cigarros fumados por dia ou por fumar apenas uma fração de um cigarro em cada ocasião. Uma revisão sistemática de 2009 por pesquisadores da Universidade de Birmingham notou que a terapia de substituição gradual da nicotina poderia ser eficaz em parar de fumar.

Henrique Torres