As Causas da Neuropatia


Veja aqui quais são as causas de surgimento e desenvolvimento da neuropatia.

O que causa a neuropatia?

Cerca de 30% dos casos de neuropatia são considerados idiopáticos, o que significa que eles são de causa desconhecida. Outros 30% das neuropatias são devidas à diabetes (a diabetes pode ser controlada com medicamentos como o Victoza). Na verdade, cerca de 50% das pessoas com diabetes desenvolvem algum tipo de neuropatia. Os restantes casos de neuropatia, chamados neuropatias adquiridas, têm várias causas possíveis, incluindo:

1.    Trauma ou pressão nos nervos, muitas vezes a partir de um molde ou muleta ou a partir de movimentos repetitivos como digitar em um teclado.
2.    Problemas nutricionais e deficiência de vitaminas, muitas vezes a falta de vitaminas do complexo B.
3.    Alcoolismo, muitas vezes através de maus hábitos alimentares e deficiências de vitamina.
4.    Doenças autoimunes, tais como Lúpus , artrite reumatoide , síndrome de Guillain-Barré.
5.    Tumores, que muitas vezes pressionam os nervos.
6.    Outras doenças e infecções, como a doença renal, doença hepática, Doença de Lyme , HIV/AIDS, ou uma disfunção da tiroide (hipotireoidismo).
7.    Doenças herdadas (neuropatias), tais como Doença de Charcot-Marie-Tooth e a doença polineuropatia amiloidótica.
8.    Exposição a veneno e toxinas, tais como metais pesados e certos medicamentos de tratamento do câncer.

Há uma variedade de tratamentos disponíveis para a neuropatia periférica. Eles vão desde cremes e comprimidos tradicionais até dietas especiais e terapias que estimulam o sistema nervoso. Antidepressivos, especialmente os tricíclicos e inibidores seletivos de receptação da serotonina-noradrenalina (SNRI), são um tratamento que favorece o amortecimento dos sintomas das neuropatias. Eles vão aliviar a dor neuropática em pessoas não deprimidas.
 
Henrique Torres