Anorexia: por que é importante falar sobre este problema sempre?


No Brasil, aproximadamente 100 mil jovens sofrem de bulimia e anorexia

O mundo vivencia um paradoxo, há um problema de saúde pública que é a obesidade e há uma imposição por parte da sociedade para que as pessoas sejam magras, porque as roupas idealizadas e apresentadas em desfiles de moda pelo mundo são feitas para corpos esguios.

Na luta por um corpo que se adeque aos padrões impostos pela sociedade, principalmente as mulheres se rendem a dietas absurdas para emagrecer. Um quadro de anorexia nervosa é identificado por meio da visão distorcida que a pessoa tem do próprio corpo. Esse mal muitas vezes começa na fase da adolescência e de certa forma, está ligado ao desejo que os jovens têm de se parecer com seus ídolos.

Estima-se que no Brasil aproximadamente 100 mil jovens sofram de bulimia e anorexia, desde número 90% são do sexo feminino. E se não tratado o mal da anorexia pode levar à morte.

Foi publicada no Daily Mail a história de Lauryn Lax, uma americana de 27 anos que sofria de anorexia desde os 9 anos de idade. Lauryn pesava apenas 36 kg e foram os colegas do ginásio que perceberam que poderia haver algum problema de saúde com a jovem. A americana foi levada contra a sua vontade a um hospital e após exames médicos descobriram que a frequência cardíaca de Lauryn havia caído para um nível extremamente baixo. A americana foi mantida internada em tratamento intensivo por três semanas e após esse período foi transferida para uma unidade de recuperação localizada em Miami.

Hoje com 27 anos, Lauryn acredita que as pessoas que mal a conheciam e que a levaram ao hospital não pensariam que hoje ela estaria viva.

A americana foi mais além: “Eles foram a resposta a uma oração que eu não sabia que estava fazendo”.

Lauryn contou que desde pequena criou o hábito de ler os rótulos dos alimentos e de cortar a quantidade de gorduras da alimentação. E foi assim que ela foi perdendo o controle sobre a situação em uma busca incessante por um corpo sempre em forma.

Hoje depois de recuperada Lauryn vive no Texas (Estados Unidos) e montou um centro de recuperação chamado THRIVE Wellness and Recovery (para o bem-estar e recuperação) em que oferece apoio a pessoas que sofrem de anorexia.

Assim como a americana, há milhares de pessoas que enfrentaram e enfrentam o problema.

Veja abaixo a reportagem produzida pela equipe Sare sobre Anorexia Infantil:
http://www.sare.com.br/video/anorexia-infantil

 

Daiana Barasa