Quais alimentos podem ser prejudiciais aos bebês?


Substâncias ricas em corantes podem agredir o estômago do bebê

Sabemos que o leite materno é o alimento indispensável para o bebê nos primeiros meses de vida. A partir dos seis meses já são liberados a ingestão de papinhas de legumes, sucos naturais de frutas e outras fontes de vitaminas e nutrientes. 

Os pequenos possuem o paladar curioso e nós adultos adoramos ver suas reações diante dos alimentos, permitindo-os que provem e descubram os sabores. Especialistas apenas alertam quanto aos malefícios que algumas substâncias para crianças menores de seis meses. Vamos conferir! 

Mel 
o mel apesar de nutritivo e benéfico para a saúde é indicado para as crianças somente a partir dos dois anos de idade, pois pode gera doença chamada botulismo. Bebês ainda não estão imunes a este tipo de enfermidade. 

Balas 
São ricas em corantes e substâncias que podem agredir o estômago do bebê menor de 1 ano. Vale lembrar que balas, pirulitos e afins são responsáveis por muitos acidentes de engasgamento que podem levar até a morte! Todo cuidado é pouco. 

Chocolate 

Naturalmente os bebês possuem gases e cólicas intestinais. O chocolate é rico em açúcar e gordura, o que pode agravar ainda mais este quadro e causar desconforto.  

Café, chá cafeínado e refrigerante 

Estes alimentos são bombas diante do estômago de um bebê, que ainda possui a mucosa gástrica extremamente sensível. Vale ressaltar que os altos níveis de substâncias prejudiciais presentes nestes alimentos pode gerar deficiência na absorção de nutrientes e vitaminas importantes para o crescimento saudável da criança.  

Carne suína 

A carne do porco é rica em gordura saturada, além de ser alergênica, podendo causar reações na criança. Médicos aconselham a ingestão a partir de 1 ano de idade, apenas de cortes magros. 

Dicas 

Pediatras aconselham não usar liquidificadores ou trituradores no preparo da papinha do bebê. O ideal é triturar estes alimentos com a ajuda do garfo e mantê-los numa espessura mais consistente. Irá estimular a criança desde cedo a mastigar e exercitar os músculos faciais. Isso contribui também no processo da fala.  

A partir dos 9 meses de idade já é indicado oferecer pedaços de carne e alguns peixes isentos de espinha também pode ser inserido no cardápio.  

 

Juliana Rodrigues