Alimentos para substituição de alérgenos alimentares comuns


Para os milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem de alergias alimentares, encontrar substitutos alimentares nutricionalmente equivalentes pode ser um desafio.

 
Para os milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem de alergias alimentares, encontrar substitutos alimentares nutricionalmente equivalentes pode ser um desafio. Muitos substitutos alimentares populares contêm muitas diferentes proporções de proteínas aos hidratos de carbono, por exemplo. Então, para ajudar a tornar esse processo um pouco mais simples trazemos alguns substitutos alimentares viáveis que funcionam muito bem no lugar de muitos alérgenos alimentares comuns.
 
 
1) As sementes de Chia. Popularmente chamado de superalimento dos Incas, as sementes de chia são um excelente substituto de alimentos como as nozes, as amêndoas e as castanhas de caju, porque elas são ricas em proteínas e ácidos graxos omega-3, saudáveis para o coração. Apesar de não serem perfeitas, adicionar algumas colheres de sopa de sementes de chia no seu café da manhã ou à tarde na sua bebida vai te ajudar a adicionar muitos dos mesmos componentes nutricionais para sua dieta que você teria se comesse um punhado de nozes todos os dias. Elas também ajudam a emagrecer.
 
 
2) As sementes de linho. As sementes de linho são semelhantes a chia, pois são ricas em ambos os ácidos graxos ômega-3 e proteínas, e ajudam a acalmar o estômago. Para as pessoas com alergias ao ovo, as sementes de linhaça são um bom substituto, porque elas são saudáveis, nutritivas, e desenvolvem uma textura semelhante aos ovos quando moídas e misturadas com água, o que significa que elas são úteis para o cozimento. Um benefício adicional é que a linhaça é uma das maiores fontes conhecidas de lignanas à base de plantas, que atuam como poderosas antioxidantes para eliminar os radicais livres do corpo. No entanto, uma vez que estes linhanos também podem agir como fitoestrogénios, é melhor usar sementes de linho com moderação em conjunto com outras sementes em nutrientes como a chia. 
 
 
3) O leite cru. Se o leite te causa problemas devido à chamada "intolerância à lactose", você pode querer tomar leite cru como uma tentativa, se estiver disponível na sua área. Porque ele não foi pasteurizado, o leite cru contém enzimas vitais como lactase que, naturalmente, quebra a lactose no corpo e faz o leite muito mais digerível. E se o seu leite cru vem de vacas de pasto, ele também terá uma relação extremamente elevada de gorduras saturadas saudáveis, proteínas completas, vitaminas A e D, e vitamina K2, que ajuda a promover a absorção de minerais ideal. 
 
Henrique Torres