Alimentação e o Câncer de Próstata


Os níveis de PSA (antígeno prostático específico) eram 63% menores entre os que tomaram cápsulas contendo essência de romã, de açafrão, de chá verde e de brócolis.

 
Exames laboratoriais e muito pequenos estudos randomizados demonstraram os efeitos anticâncer de alimentos ricos em polifenóis, tais como brócolis, açafrão, chá verde e romã. O professor Robert Thomas - que trabalha como um oncologista no Bedford Hospital Addenbrooke e em parte de Hospitais da Universidade de Cambridge - e equipe, realizaram um estudo humano de seis meses envolvendo 203 adultos do sexo masculino, todos com câncer de próstata. Este estudo, o professor Thomas explicou, é o primeiro a estabelecer claramente uma influência sobre marcadores de progressão do câncer dentro de uma avaliação cientificamente robusta.
 
 
Thomas e equipe apresentaram suas descobertas na conferência da ASCO (American Society of Clinical Oncology), em Chicago, Illinois. O Professor Thomas disse: "Nossa experiência em oferecer cuidados clínicos de alta qualidade, a colaboração com instituições de caridade de câncer e de pesquisa de classe mundial com a Universidade de Cambridge resultou em descobertas que terão um impacto em todo o mundo. Esperamos que isso vá ajudar milhares de homens para ajudar a combater o aparecimento de câncer de próstata. Na Unidade Primrose em Bedford há um longo histórico de concepção e avaliação de estratégias de estilo de vida, que foi uma progressão natural”.
 
 
Após seis meses Thomas e equipe descobriram que os níveis de PSA (antígeno prostático específico) eram 63% menores entre os que tomaram cápsulas contendo essência de romã, de açafrão, de chá verde e de brócolis em comparação com os do grupo placebo. "Uma alimentação saudável e um bom estilo de vida são a principal forma de ajudar a combater o desenvolvimento de câncer, mas os homens agora podem também recorrer a um suplemento alimentar contendo brócolis, açafrão, chá verde e romã, que foi mostrado ótimo para o trabalho de prevenir a doença", diz o professor Robert Thomas.
 
 
Pesquisas mostram que comer frutas vermelhas como amoras, açaí, morango e cerejas, pode oferecer benefícios a saúde. A fruta Goji Berry pode ser considerada um potente antioxidante.  Na Inglaterra a Associação Dietética Britânica diz que alguns fitoquímicos como flavonóides, glucosinolato e fitoestrógenos funcionam "como antioxidantes, o que pode reduzir os danos ao DNA celular e membranas celulares. Outros fitoquímicos podem influenciar a ativação de carcinógenos (agentes causadores de câncer), ou aumentar o nível de enzimas de proteção do fígado".
 
Henrique Torres