Água parada – ambiente ideal para proliferação da dengue


Saiba como prevenir a transmissão da dengue

A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus. A sua transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais. A transmissão se dá pelo mosquito que ao picar outro indivíduo contaminado pode transportar o vírus da dengue durante toda a sua vida. 

Existem quatro tipos de dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. A infecção por um deles dá proteção permanente para o mesmo sorotipo, mas imunidade parcial e temporária contra os outros três. Quando uma pessoa é infectada com um tipo de vírus, o seu organismo cria anticorpos. Desta forma, o indivíduo não irá mais contrair a doença por esse mesmo vírus, mas ainda pode ser infectado pelos outros três tipos, ou seja, é possível contrair a dengue quatro vezes.

Na maioria dos casos, a pessoa infectada não apresenta sintomas da dengue, porém, para aqueles que apresentam sintomas, os tipos de dengue podem se manifestar clinicamente de diferentes formas. As mais comuns é a dengue clássica e a dengue hemorrágica.

A dengue clássica é a forma mais leve da doença, confundido muitas vezes, com uma simples gripe. Os sintomas podem durar de cinco a sete dias, apresentando sintomas como febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos e vômitos.

A dengue hemorrágica é um tipo de dengue mais preocupante, que acontece quando a pessoa infectada com dengue sofre alterações na coagulação sanguínea. É extremamente importante tratar a dengue hemorrágica com rapidez, pois se não for tratada pode levar o indivíduo à morte. Os sintomas iniciais da dengue hemorrágica são parecidos com os da dengue clássica, e somente entre o terceiro ou quarto dia surgem hemorragias causadas pelo sangramento de pequenos vasos da pele e outros órgãos. 

O mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, possui cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas, geralmente, costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas horas da tarde. O indivíduo não percebe a picada, pois não dói e nem coça no momento.

O mosquito Aedes aegypti é o transmissor do vírus e suas larvas nascem e crescem em água parada. Por isso, a melhor forma de evitar e prevenir a dengue são eliminar os focos de reprodução. Desta forma, é fundamental tomar alguns cuidados, como:

- Evite o acúmulo de água em um determinado ambiente;

- Limpe as calhas;

- Coloque areia nos vasos de plantas;

- Coloque desinfetante nos ralos;

- Use inseticidas e larvicidas;

- Coloque tela nas janelas;

- Seja consciente com seu lixo.

Vanessa Ferreira