Afinitor® para combater tumores cancerígenos


A medicação é aprovada em mais de 95 países e já mostrou excelentes resultados para o aumento da sobrevida

Afinitor (everolimo) é um medicamento criado especialmente para tratar o câncer renal avançado quando não há respostas positivas da terapia convencional. A medicação foi a primeira produzida com intuito de combater o câncer renal e já apontou a redução do avanço da doença em 67% ajudando o paciente duas vezes mais no tempo de sobrevida.

A medicação também mostrou-se eficiente para redução do tumor. Estudo revela que 24% dos pacientes que foram tratados com o everolimo aprontaram a redução do tumor ao ser comparado com outros 26% de enfermos com o placebo 1.  

Estudiosos ainda afirmam que o remédio é essencial no trato de tumores neuroendócrinos, gastrointestinais e pulmonares avançados considerados cânceres agressivos que requerem uma atenção maior, visto que as opções para o tratamento são escassas.

O que é tumor neuroendócrino ?

É uma espécie de câncer rara de origem das células neuroendócrinas encontradas em todo o corpo e também presentes nos pulmões e pâncreas. Existem dois tipos de tumores neuroendócrinos: funcional e não funcional. O tumor neuroendócrino funcional os sintomas são provocados pela secreção dos hormônios e demais substâncias.

O tumor não funcional apresenta sintomas através do crescimento do tumor neuroendócrino gastrointestinal. Quando o paciente está com o tumor neuroendócrino localizado no pulmão é sinal de que o câncer progrediu e espalhou-se correndo o risco de afetar outros órgãos e dificultar o tratamento.

As vantagens do Afinitor®

O remédio foi desenvolvido visando tratar o câncer gastrointestinal e tumores avançados. Os resultados vêm mostrando eficiência da medicação no trato de diversos tipos de tumores neuroendócrinos em longo prazo e acompanhamento constante.

A medicação é aprovada em mais de 95 países em todo o mundo, sobretudo para o tratamento clínico dos tumores avançados e neuroendócrinos progressivos que não são liberados para remoção por meio da cirurgia.

Nos Estados Unidos e na União Europeia o Afinitor® (everolimo) é liberado para o tratamento do câncer de mama avançado combinado com o exemestano depois da realização  da terapia endócrina. As indicações do remédio variam de acordo com o país, todavia nem todas as indicações estão disponíveis para os países que regularizam o consumo do remédio.            

Dicas de alimentação durante o tratamento do câncer

O câncer quando está em fase de tratamento, seja quimioterapia radioterapia ou ingestão de substâncias entre os efeitos colaterais decorrentes do tumor está à falta de apetite que pode levar a desnutrição. Diarreia, náuseas e alteração do paladar são sinais comuns durante o tratamento da doença. Saiba quais os alimentos não podem faltar na dieta e no fortalecimento do organismo no combate à doença:

Aposte nos temperos naturais para realçar o paladar: a quimioterapia e a radioterapia são tratamentos que destroem as células das glândulas salivares e com isso dificulta a percepção do sabor dos alimentos. Manjericão, orégano e hortelã são temperos naturais que ajudam a aguçar o paladar. Enxaguar a boca com chá de camomila antes das refeições também ajuda a realçar o sabor da comida.

Siga instruções de um nutricionista

É essencial seguir as instruções de um nutricionista profissional ao detectar o câncer. Os riscos de desnutrição são grandes, portanto o paciente precisa ter atenção redobrada com a alimentação para responder melhor ao tratamento e fortalecer o organismo.

 

 

Juliana Rodrigues