Adultos também devem se vacinar


Saiba quais são as vacinas que você deve tomar após os 18 anos

 

Quem acha que vacina é coisa de criança, está extremamente enganado. Jovens e adultos com mais de 18 anos devem se imunizar contra determinadas doenças, como a hepatite B, por exemplo, através da vacinação. Saiba quais são as principais vacinas para esta idade e veja qual você ainda precisa tomar. 
 
Pneumonia – Nome da vacina: pneumo 23
Caracterizada por uma inflamação nos pulmões, provoca dores de cabeça, no peito, calafrios e febre alta. O contágio se dá pelo contato com as secreções contaminadas e também por transfusão de sangue.  A vacina é recomendada para portadores de doenças crônicas no coração ou pulmão. 
 
Sarampo, caxumba e rubéola – Nome da vacina:  Tríplice viral 
As três doenças são de origem viral. O sarampo é caracterizado como uma infecção no sistema respiratório, a caxumba causa inchaço nas glândulas salivares e a rubéola, provoca o aumento das glândulas do pescoço. Os médicos geralmente indicam esta vacina para mulheres que querem engravidar (devem tomar com três meses de antecedência) e demais pessoas que estejam em local de surto de uma das doenças. 
 
Difteria e tétano – Nome da vacina: Dupla tipo adulto 
Tanto a difteria como o tétano são causados por toxinas produzidas por bactérias. O tétano provoca espasmos musculares e a difteria inflama a mucosa da traqueia, da garganta e do nariz e, em alguns casos, pode até afetar o sistema cardiovascular. A vacina deve ser tomada a cada dez anos e é recomendada para todas as pessoas.
 
Febre amarela – Nome da vacina: Febre amarela 
É uma doença de origem viral, contraída por meio da picada de um mosquito contaminado. Os principais sintomas são febre alta, dores de cabeça e por todo o corpo, calafrios, pele e olhos amarelados. Qualquer pessoa que vá viajar para as áreas de risco da doença deve se vacinar.
 
Hepatite B – Nome da vacina: Hepatite B
O vírus da hepatite B é transmitido pelo contato com o sangue e secreções contaminadas. A pessoa afetada pode não apresentar os sintomas e se curar naturalmente, assim como apresentar os sintomas (náusea, dores abdominais e pele amarelada). Profissionais como enfermeiras, manicures  e outros que podem vir a ter contato direto com sangue devem se vacinar contra a hepatite B. 
 
Por: AgComunicado