O que fazer com a acne na fase adulta?


Principalmente as mulheres sofrem deste mal

Na pré-adolescência e adolescência é natural se deparar com a fase das terríveis espinhas, alguns adolescentes costumam apresentar mais acne que outros, como há alguns que quase não apresentam o problema. Mas na idade adulta, principalmente entre as mulheres, é comum que surjam as terríveis espinhas que incomodam tanto. O que fazer afinal?

Aproximadamente 10% do público adulto apresenta acne. A consulta com um dermatologista é essencial e há alguns fatores que podem estar relacionados com esse problema. Quais? Aumento da produção sebácea, ou pele mais oleosa; problema inflamatório ou alguma resposta imunológica; desequilíbrio na flora bacteriana natural do organismo; hiperqueratinização folicular, entre outros.

Entre o público feminino, a incidência pode estar relacionada a fatores hormonais. Estresse, síndrome dos ovários policísticos, uso indiscriminado de cosméticos, entre outros, podem ser fatores responsáveis pela incidência de acne.

Algumas mulheres antes do período menstrual também costumam apresentar o problema. O que muitas pessoas não compreendem é que o processo de cicatrização da espinha é demorado, leva até 21 dias para cicatrização completa, lembrando que a mancha leva mais tempo para desaparecer, isso se a pessoa não mexeu na espinha e se fez uso diário e rigoroso de protetor solar.

Em alguns casos é indicado que a mulher faça uso de hormônios para a solução do problema.

Alguns tratamentos costumam ser indicados como a limpeza de pele, ao menos uma vez por mês, a utilização de produtos específicos para o tipo de pele também é importante.


A realização de peelings químicos pode ser útil, há diversos tipos de ácidos que podem ser utilizados, vale salientar, que apenas profissionais habilitados podem realizar esse procedimento. Há casos mais graves de acne em que são indicados ácidos mais fortes e até mesmo medicamentos de uso oral.

Tratamentos à base de laser também costumam ser indicados principalmente para casos de acne e sequelas que incluem manchas e cicatrizes.

Alguns cuidados diários são indispensáveis como o uso de um sabonete específico que deve ser usado ao menos três vezes ao dia. É importante em hipótese alguma deixar de utilizar o protetor solar, a fórmula do protetor deve respeitar o tipo de pele, peles oleosas, por exemplo, devem receber o filtro solar livre de óleos.

Uma alimentação rica em gorduras, condimentos, conservantes, açúcares, entre outros, também coloca em risco a saúde da pele, isso por que aumentam a produção de radicais livres no organismo que destroem células e causam inclusive, o envelhecimento da pele. Uma alimentação rica em antioxidantes é essencial, para isso, frutas, verduras e legumes são indicados na dieta diária, além de cereais integrais, grãos integrais, entre outros.

Beba bastante líquido, preferencialmente água, a circulação sanguínea é beneficiada e até mesmo a pele recebe os benefícios se tornando mais hidratada e luminosa. 

Cuide da pele, se livre da acne e ganhe em autoestima.

 

Daiana Barasa