Abordagens nutricionais e dietas curam com segurança a doença mental!


Veja algumas descobertas ao longo dos anos!

 
Abordagens nutricionais seguras provaram ser eficazes no alívio dos sintomas de doenças mentais. Estas abordagens incluem o uso de ómega-3, vitaminas B, e aminoácidos, em conjunto com a mudança para uma dieta rica em nutrientes dos alimentos tradicionais. Veja algumas descobertas ao longo dos anos!
 
 
A doença mental está muito ligada a questões de desnutrição e intestino: Ao contrário de antigamente, hoje os médicos têm a percepção de que a desnutrição contribui para a doença mental. Pinel, um psiquiatra francês, escreveu há quase 200 anos que a insanidade se origina nas áreas do estômago e dos intestinos. Um livro publicado em 1937 observou que os esquizofrênicos são geralmente mal nutridos. 
 
 
As pessoas que consumiram dietas densas em nutrientes estavam felizes e bem ajustadas: Weston Price, em sua pesquisa de 10 anos realizada na década de 1930, observou que as culturas primitivas que consomem dietas densas em nutrientes, contendo de quatro a dez vezes a quantidade de vitaminas comparáveis à dieta americana, não sofreram nenhuma doença mental. O Dr. Price percebeu que esses grupos estavam felizes e bem ajustados. Não houve necessidade de tratamentos de saúde mental ou prisões. Este estado de coisas é bastante diferente da atual cultura americana com a sua preponderância das doenças mentais e crimes violentos.
 
 
Documentos de pesquisa mostram que ômega-3 pode aliviar sintomas de depressão: Vários estudos têm demonstrado que as dosagens diárias de 1,000-2,000 mg da forma de ómega-3 do óleo de peixe são úteis no alívio dos sintomas da depressão. As melhorias no humor são geralmente realizadas entre três e doze semanas após o início do suplemento. As dietas ricas em peixes também têm demonstrado estar correlacionadas com a melhoria do humor. Dietas tradicionais, incluindo o óleo de coco, manteiga, creme de leite e outras gorduras de origem animal provenientes de animais de pasto tem a proporção ideal de ômega-3 e ômega-6 gorduras.
 
 
Fórmulas nutricionais efetivamente tratam transtorno bipolar, ansiedade e depressão: No Canadá, a verdadeira esperança é em fórmulas nutricionais, que ajudaram 90 mil pessoas a se curar de doenças mentais desde a sua criação em 1996. Vinte artigos de periódicos médicos apoiam a sua eficácia. Sua fórmula, que contém vitaminas, minerais e aminoácidos, corrigem as deficiências nutricionais subjacentes que causam muitos transtornos do humor. 
 
 
Conclusões: A nutrição tem sido entendida como importante para o tratamento de doenças mentais. Existem alternativas seguras para as drogas psicotrópicas utilizadas. A mudança para uma dieta rica em nutrientes, e incorporar os suplementos nutricionais, pode melhorar com segurança muitos transtornos do humor, evitando os "efeitos colaterais" desagradáveis de medicamentos psicotrópicos.
 
Henrique Torres