A Terapia Antiviral Contra a AIDS


Veja como ocorre a terapia antiviral contra a AIDS.


Terapia antiviral do HIV/AIDS

 

Opções atuais de HAART são combinações (ou "cocktails") que consiste de pelo menos três medicamentos pertencentes a "classes," ou pelo menos dois tipos de agentes ofantiretroviral. Inicialmente este tratamento normalmente é um inibidor da transcriptase reversa de não-nucleosideo (NNRTI) maisv de dois nucleosídeo análogo transcriptase reversa (INTR). Intr típicos incluem: zidovudina (AZT) ou tenofovir (TDF) e lamivudina (3TC) ou emtricitabina (FTC). Combinações de agentes que incluem uns inibidores de protease (PI) são usadas se o regime acima perde eficácia.

 

Quando iniciar a terapia antirretroviral é objecto de debate. Tanto a Organização Mundial de Saúde (OMS), e as orientações europeias e dos Estados Unidos recomendam antirretrovirais em todos os adolescentes, adultos e gestantes com um CD4 contagem menos de 350/UL ou aqueles com sintomas independentemente de CD4 contagem. Isto é suportado pelo fato de que o início do tratamento a este nível reduz o risco de morte. Os Estados Unidos, além disso, recomenda para todas as pessoas infectadas pelo HIV, independentemente da contagem de CD4 ou sintomas, no entanto faz esta recomendação com menos confiança para aqueles com maior contagem. Enquanto a OMS também recomenda tratamento em quem estão co-infectados com tuberculose e aqueles com activehepatitis crônica B. Uma vez que o tratamento é iniciado recomenda-se que seja continuado sem quebras ou "férias". Muitas pessoas são diagnosticadas somente após o tratamento do momento idealmente deveria ter começado.
 
A evidência para um benefício de educação pelos pares é igualmente pobre. Educação sexual abrangente fornecida na escola pode diminuir o comportamento de alto risco.
Henrique Torres