A saúde física é um preditor para problemas sexuais!


O estudo mostrou que as mulheres podem ser mais propensas que os homens a ter disfunção sexual devido a problemas de saúde.

 
Um estudo realizado no ano de mil novecentos e noventa e nove, conduzido por Edward Laumann, da George Herbert Mead Distinguished Service, professor de Sociologia na Universidade, olhou para disfunção sexual entre homens e mulheres, com idades entre 18 e 59 anos. Esse estudo concluiu que a saúde física é um preditor maior de problemas sexuais para homens do que para as mulheres. Para essa faixa etária mais jovem, ter uma DST não aumenta as chances de sofrer disfunção sexual, porém pessoas que tiveram uma DST são mais propensas a ter experiências sexuais durante suas vidas, que incluem mais riscos e vários parceiros sexuais.
 
 
O estudo mostrou que as mulheres podem ser mais propensas que os homens a ter disfunção sexual devido a problemas de saúde. O problema mais comum para os homens é a disfunção erétil, um problema que aumenta com a idade. O novo estudo descobriu que entre as mulheres mais velhas, um fator comum relacionado com a disfunção sexual era a síndrome do trato urinário, que foi associada com diminuição do interesse em sexo, assim como os problemas de saúde mental, tais como ansiedade. Entre os homens, os problemas de saúde mental e problemas de relacionamento contribuíram para a falta de interesse em sexo e a incapacidade de atingir o orgasmo, tratamento para a síndrome do trato urinário foi associado com problemas para manter e conseguir uma ereção.
 
 
O consumo diário de álcool parece melhorar a saúde sexual de uma mulher, aumentando o seu interesse e o seu prazer no sexo. Entre os homens, não houve impacto relatado de consumo de álcool. As características demográficas e fatores culturais também estão relacionados ao desempenho sexual, segundo o estudo. Mulheres hispânicas foram duas vezes mais propensas a relatar dor durante a relação sexual. Entre os homens, os negros eram duas vezes mais propensos a relatar uma falta de interesse em sexo e mais propensos a relatar o clímax muito cedo. A Maca Peruana pode ajudar no desempenho sexual, ela também melhora o sistema hormonal de homens e mulheres, restaurando o equilíbrio hormonal saudável e o corpo pode operar em melhores condições.
 
Henrique Torres