A Psicoterapia do Mal de Alzheimer


Veja que tipo de terapias podem ser empregadas no tratamento do Alzheimer.

A Psicoterapia do Mal de Alzheimer

 

A Psicoterapia de apoio tem recebido pouco ou nenhum estudo científico formal, mas alguns clínicos acham útil em ajudar pessoas levemente prejudicadas a ajustar a sua doença. Terapia do reminiscence (RT) envolve a discussão de experiências passadas, individualmente ou em grupo, muitas vezes com o auxílio de fotografias, utensílios domésticos, música e gravações de som ou outros itens familiares do passado. Embora existam poucos estudos de qualidade sobre a eficácia do RT, pode ser benéfico para a cognição e humor.

 

A terapia simulada da presença (SPT) é baseada em teorias de apego e envolve a tocar uma gravação com vozes dos parentes mais próximos da pessoa com doença de Alzheimer. Não há evidência parcial indicando que o SPT pode reduzir comportamentos desafiadores.

 

Finalmente, a terapia de validação é baseada na aceitação da realidade e verdade pessoal de outra experiência, enquanto a integração sensorial é baseada em exercícios que visam a estimular os sentidos. Há pouca evidência para apoiar a utilidade destas terapias.

 

Tratamentos orientados a cognição, que incluem orientação de realidade e treinamento cognitivo, visa à redução dos déficits cognitivos. Orientação de realidade consiste na apresentação de informações sobre tempo, lugar ou pessoa, a fim de facilitar a compreensão da pessoa sobre seu entorno e seu lugar neles. Por outro lado cognitiva reciclagem tenta melhorar capacidades prejudicadas pela perda de habilidades mentais. Ambos mostraram alguma eficácia em melhorar capacidades cognitivas, embora em alguns estudos, estes efeitos foram transitórios e efeitos negativos, como frustração, também foram relatados.

 

Tratamentos de estimulação incluem arte, música e animais de estimação, terapias, exercício e qualquer outro tipo de atividades recreativas. Estimulação tem modesto apoio para melhorar o comportamento, humor e, em menor medida, função. No entanto, tão importante como estes efeitos é a mudança na rotina da pessoa.

Henrique Torres