A Osteoartrite Primária


Saiba o que é característico desta classificação da osteoartrite.

Osteoartrite Primária


Osteoartrite primária é uma doença crônica degenerativa, relacionada, mas não causada, pelo envelhecimento, mas existem pessoas assim em seus noventa anos que não têm sinais clínicos ou funcionais da doença. Como uma pessoa envelhece, o conteúdo de água da cartilagem diminui como um resultado de um teor de proteoglicanos reduzida, fazendo assim que a cartilagem fique menos resistente. Sem os efeitos protetores dos proteoglicanos, as fibras de colágeno da cartilagem podem se tornar suscetíveis à degradação e, assim, agravar a degeneração. A inflamação da cápsula envolvente comum também pode ocorrer, apesar de muitas vezes ser leve (em comparação com o que ocorre na artrite reumatóide). Isso pode acontecer como produto de degradação da cartilagem que são libertadas para o espaço sinovial, e as células que revestem a tentativa conjunta para removê-los. Excrescências de osso novo, chamado "esporas" ou osteófitos, podem formar-se nas margens das articulações, possivelmente, numa tentativa de melhorar a congruência das superfícies de cartilagem articular. Estas alterações ósseas, em conjunto com a inflamação, podem ser tanto dolorosa como debilitante.


Um certo número de estudos demonstraram que existe uma maior prevalência da doença entre irmãos e gêmeos especialmente idênticos, o que indica uma base hereditária. Até 60 por cento dos casos de osteoartrite são pensados de serem resultado de fatores genéticos.
 

Ambas generalizadas, a osteoartrite primária nodal e a osteoartrite erosiva são um sub conjunto de osteoartrite primária. Osteoartrite erosiva é uma forma muito menos comum e mais agressiva inflamatória do que a osteoartrite e muitas vezes afeta as articulações distais e tem alterações características no raio-x. O paracetamol é um medicamentos que pode aliviar as dores causadas pela osteoartrite.
 
Henrique Torres