A Obesidade e o Sono


Já existem evidências ligando o sono insuficiente com a obesidade, porém um novo estudo dá luz a esta ligação!

A Obesidade e o Sono
 
 
O Estudo mostrou que ter um horário de sono restrito resultou em ganho de peso de quase 2 kg (0,8), pois as pessoas comiam mais quando não dormiam, e também causou uma mudança no relógio biológico, levando a uma "anteriormente circadiana fase de tempo de despertar", escreveu os autores. Mas passando do outro lado, mudar o hábito de sono restrito ao hábito de sono suficiente, reduziu o consumo de energia, especialmente das gorduras e hidratos de carbono e levou a um ligeiro emagrecimento. Os pesquisadores sugerem que suas descobertas adicionar à evidência crescente que comer demais à noite pode levar ao ganho de peso.
 
 
"Se nós podemos incorporar o sono saudável em programas de emagrecimento e manutenção do peso, nossas descobertas sugerem que isso pode ajudar as pessoas a obter um peso saudável", propõe os pesquisadores, embora eles acrescentem que é necessária mais investigação para testar essa ideia. Wright, o autor do estudo, diz que seu estudo mostra que quando as pessoas não dormem o suficiente, comem à noite, quando seus corpos não estão equipados para receber alimento. Já existe um monte de evidências ligando o sono insuficiente com a obesidade, escrevem os pesquisadores, mas sabíamos pouco sobre como repetidas noites de sono insuficiente afetavam o equilíbrio energético.
 
 
Um estudo realizado com animais, que lança alguma luz nesta área, foi publicado em 2012, onde os cientistas descreveram como a exclusão de um gene do relógio biológico leva a obesidade nos ratos e também provoca uma mudança no momento de sua programação normal de comer.
 
Henrique Torres